quinta-feira, 19 de abril de 2018

"Deus castiga!"

Não sei se é Deus que castiga, se é o karma que funciona ou simplesmente há coisas na vida que estão destinadas para nos acontecer, mas sou temente a essa coisa de cuspir para o ar.
Essa coisa de afirmar "eu nunca!" ou "comigo vai ser assim" deixa-me sempre alarmada. Nunca digas nunca, já diz o ditado. Às vezes as coisas acontecem precisamente ao contrário, para nos ensinar uma lição. Por exemplo, o que mais vejo por aí são pessoas a afirmar à boca cheia que nunca na vida teriam filhos e depois assim acontece ou passarem anos a dizer que não os querem, depois mudam de ideias e simplesmente não conseguem engravidar. Ou pessoas que se acham muito espertas, que a elas não lhes acontece nada, e acaba por lhes acontecer precisamente o que eles tanto se armavam que não iria acontecer-lhes. Pessoas que criticam a vida dos outros e acabam por ser iguais, por lhes acontecer o mesmo. Pessoas que gozam dos filhos dos outros e depois têm pior em casa.

Sou temente a essas coisas. Não sei se realmente é Deus que castiga, cada um acredita no que quiser, mas tenho medo. De dizer ou fazer e depois acontecer tudo ao contrário. De ser "castigada" de alguma forma, para aprender a não achar que tenho certezas absolutas na vida. Sou muito cuidadosa neste aspeto, porque tenho mesmo medo de um dia sofrer na pele pelas coisas que digo ou faço. 

5 comentários:

  1. Deus não castiga .. nos é que dizemos muita coisa da boca para fora ...nunca se sabe o dia de amanhã .. tudo muda . O que hoje pode não fazer sentido, amanhã pode ser um objectivo ..como por ex. Ser mãe / pai...trabalhar por conta própria , tanta coisa .. já dizia o velho ditado : “ nunca digas nunca “.

    ResponderExcluir
  2. Eu sou um bocado crente no karma... nunca se sabe o dia de amanhã e muitas vezes as coisas más podem voltar para nós.

    Beijinhos,
    O meu reino da noite ~ facebook ~ bloglovin'

    ResponderExcluir
  3. Não acredito em Deus. Já no karma... :P nunca devemos cuspir para o ar, precisamente porque não sabemos o dia de amanhã.

    ResponderExcluir
  4. Cristã católica assumida, não acredito que (o meu) Deus castigue. Acredito sim que ele nos dá grandes lições e opera uma justiça divina por isso confio que o mal nunca é só destilado e sim alguma vez reverterá para quem o nutre. Para mim não há Deus castigador mas Deus "pai", que educa e ensina nesse sentido de dar lições para aprendermos com os erros (não sei se é perceptível o que quero dizer mas é mais ou menos isso).

    ResponderExcluir