domingo, 8 de maio de 2016

Não me pagam para isto #29

Sou uma chata e passo a vida a queixar-me deste trabalho, mas de facto também há coisas boas.

Este horário permite-me ter as manhãs da semana livres para fazer o que me apetecer, por exemplo. E eu queixo-me dos clientes mas já conheci aqui imensas pessoas de quem gosto. Há sempre os clientes que nem custa atender porque são sempre tão queridos e gostam tanto de mim. Há aqueles clientes que dizem que só lá vão por minha causa. Há as conversas com as vizinhas de cima. Há o rapaz que trabalha aqui ao lado e que é uma simpatia. Há uma boa camaradagem com as pessoas que têm negócio aqui ao lado e que me desenrascam sempre que preciso de alguma coisa. Já me ri muito aqui. Tenho tempo para ler livros nas horas mortas. E para escrever no blog se levar o computador. Ser paga ao dia também é bom, porque assim levo o meu dinheirinho logo ao fechar. Conheci muitas pessoas novas. Este emprego permitiu-me alguma independência financeira (nunca mais pedi um cêntimo aos meus pais). 

E é isto que eu tento lembrar quando me apetece cortar os pulsos para não ter que ir trabalhar.

5 comentários:

  1. Percebo-te perfeitamente na parte da independência financeira. É tão bom termos dinheiro para as nossas coisas *

    ResponderExcluir
  2. E é nisso que te deves focar, até encontrar outra coisa! Beijinho grande e ânimo :)

    ResponderExcluir
  3. Ao fim e ao cabo, pagam-te para esta parte :P

    ResponderExcluir
  4. É às coisas boas que nos temos que agarrar....mesmo..é uma questão de sobrevivência ..

    ResponderExcluir
  5. É às coisas boas que nos temos que agarrar....mesmo..é uma questão de sobrevivência ..

    ResponderExcluir