quarta-feira, 27 de abril de 2016

Toddlers and Tiaras

Eu sou aquela pessoa que papa todo o tipo de lixo televisivo. Aliás, nas raras vezes em que vejo tv estou quase sempre ligada ao TLC, esse canal privilegiado de programas de treta. Não sou muito seletiva quando vejo tv. O meu objetivo é divertir-me, distrair-me, passar tempo, por isso qualquer programa que me entretenha minimamente eu vejo. Mas há limites. O Toddlers and Tiaras é o meu limite. Não suporto.

Acho aquilo tudo ridículo. As mães são ridículas, as roupas são ridículas, as coreografias são ridículas, a ideia, em si, é ridícula. Metem-lhes cabelos falsos, roupas estranhas, pintam-lhes as unhas, maquilham-nas... até dentes falsos já vi crianças usarem. Fazem meia dúzia de macacadas, uns saltinhos aqui, uns sorrisos acolá e pronto, parabéns, és a mais bonita da tua aldeia. Ridículo. E depois toda a pressão que é colocada sobre as crianças para ganharem prémios que não interessam. Já vi crianças com grandes birras por não quererem estar ali a fazer aquilo, por não quererem que lhes mexessem mais no cabelo, por não se sentirem bem com as roupas ou com os dentes falsos... Só porque os pais acham fixe andar a mostrar ao mundo que têm os filhos mais giros. Menos. Se ainda ao menos fossem concursos baseados em talentos reais (cantar, dançar, tocar um instrumento ou algo de verdadeiramente extraordinário e diferente que a pessoa sabe fazer), mas não! Tudo se baseia em quem tem a roupa mais gira, quem tem o melhor penteado e quem faz o melhor beicinho. É ridículo. E o dinheiro que os pais gastam nisto tudo? Absolutamente perturbador. 

Mas a par disto surge a questão essencial:  o que é que estamos a ensinar às crianças com tudo isto? Sou super contra este tipo de concurso que ensina às crianças, desde bebés, que o que importa é seres bonitinha e encantadora. Mas para quê? A sociedade já vai fazer com que cada uma de nós (neste caso falo de mulheres porque são quem mais sofre com isto) se sinta menos boa, menos bonita, menos perfeita, incompleta, insatisfeita, que não somos suficientemente boas assim que vamos crescendo. A sério, a própria vida vai encarregar-se de pôr todas estas pressões sobre nós a partir da adolescência, para quê começar logo de bebés a fazer esta pressão? Que pai quer que a sua filha aprenda que o importante é estar sempre arranjada e bonita, em vez de se sentir bem consigo própria, com o seu corpo, com a sua vida? Devo fazer a minha filha acreditar que é mais importante ser bonita do que inteligente/boa pessoa/talentosa? I mean, meter próteses em crianças de 5 anos porque estão a mudar a dentição só para parecerem mais bonitas nos concursos?? Fuck you. 

6 comentários:

  1. Também detesto esse programa, aliás, antes via imenso esse canal, hoje em dia quase nem o ligo .

    ResponderExcluir
  2. Também sou fã do TLC, gosto de ver uma série de programas que dão, mas esse também não consigo... Juro que me deixa mal disposta!!

    ResponderExcluir
  3. Quando vou a Portugal também fico horas colada ao TLC e à Sic Caras a ver a passadeira vermelha (confesso que agora fiquei com uma ligeira vergonha em confessar isto), mas de todo o lixo que vejo também não suporto ver esse programa. Dá-me vontade de partir para a violência e distribuir chapadas naquelas mães. Acho aquilo tão estúpido, tão falso e tão perturbador :\

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vejo a passadeira vermelha e programas de cusquice da Sic Caras, sem vergonha mesmo! :)

      Excluir
  4. Não conheço o programa,, vejo pouca televisão e cada vez menos. A maior parte é mesmo lixo.. Tenho de zelar pela minha sanidade mental. Prefiro contrariar a preguiça , vestir algo confortável e fazer uma caminhada.

    ResponderExcluir
  5. Concordo contigo. Aliás, o TLC em geral é um canal que eu vejo cada vez menos e esse programa também acho insuportável!

    nem mais nem menos | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir