domingo, 17 de abril de 2016

There is no such thing as too many books | Frágil by Jodi Picoult


"Willow, a linda, muito desejada e adorada filha de Charlotte O’Keefe, nasceu com osteogénese imperfeita - uma forma grave de fragilidade óssea. Se escorregar e cair pode partir as duas pernas, e passar seis meses enfiada num colete de gesso. Depois de vários anos a tratar de Willow, a família enfrenta graves problemas financeiros. É então que é sugerida a Charlotte uma solução. Ela pode processar a obstetra por negligência - por não ter diagnosticado a doença de Willow numa fase inicial da gravidez, quando ainda fosse possível abortar. A indemnização poderia assegurar o futuro de Willow. Mas isso implica que Charlotte tem de processar a sua melhor amiga. E declarar perante o tribunal que preferia que Willow não tivesse nascido..." (wook)

Mais uma vez, não há muito a dizer depois desta sinopse. Vale a pena ler, sempre. Mas eu sou suspeita. Adorei e recomendo!

3 comentários:

  1. Wow que sinopse FORTE!!! E que curiosidade que suscitou! :p

    http://confessionsinpink.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. bem... parece-me que tenho que me preparar psicologicamente para ler este livro *

    ResponderExcluir