quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

There is no such thing as too many books │Uma melodia inesperada by Jodi Picoult


Às vezes quando começo a ler estes livros cheios de personagens com problemáticas tão específicas, não posso deixar de admirar o trabalho de background que tem que ser feito para a apresentação de tantos pormenores. Imagino o trabalho que deve dar estar a pesquisar sobre alguns temas, saber como se procede no desenvolver de uma certa profissão, etc. E isso só me faz admirar ainda mais o trabalho que é feito depois quando se escreve a história em si.

Este livro é sobre Zoe e Max, um casal que passa muitos anos a tentar engravidar. Depois dos mais variados entraves na conquista desse sonho e devido a outros problemas que envolvem o casal, estes divorciam-me. Até aqui tudo normal, nada de incomum, até que  Zoe se apaixona novamente...por uma mulher. Não bastasse a estranheza que é para um mulher divorciada ter-se apaixonado por outra mulher, estas decidem que gostariam de usar os óvulos fertilizados e congelados de Zoe e do ex-marido para constituírem a sua família. A partir daí, é todo o dilema que possam imaginar. 

Gosto de livros com temáticas fortes e atuais. Gosto dos dilemas. Gosto de tentar perceber o que faria eu naquela situação, de entender os dois lados da história. Gostei muito deste livro, cheio de emoções fortes e super atual nos dias que correm. Mais do que recomendado!

6 comentários:

  1. Ontem vi 4 pessoas diferentes a ler este livro no metro lol deve ser mesmo bom! fiquei curiosa! Beijinho!

    the-not-so-girlygirl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Mais um livro de Jodi Picoult que não desilude! Sou super-fã assumida dela!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então somos duas! Sou a louca dos livros da Jodi :)

      Excluir
  3. Já li este livro há vários anos e adorei mesmo, um dos meus preferidos dela :)

    ResponderExcluir