sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Não percebo

...aquelas pessoas que ficam presas aos tempos da faculdade. O que é que leva as pessoas a quererem permanecer nesta fase, a não quererem avançar mais? É medo do futuro? É incapacidade de seguir em frente por falta de outros objetivos? É porque pensam que foram os melhores anos da vida deles e querem viver aquilo para sempre? Eu não sei, talvez seja uma mistura de tudo isto.

Sempre me fez uma certa confusão este tipo de pessoas porque eu nem consigo imaginar semelhante rumo para a minha vida. Claro que, olhando para trás, percebo que estes últimos anos de faculdade trouxeram-me imensas coisas boas e foram, sem dúvida e até agora, os melhores da minha vida. Há tantas coisas boas, tantas amizades, tantas aprendizagens... Mas foi um ponto intermédio, um meio para chegar a um fim, e não o fim em si. Frequentar uma faculdade e acabar um curso foram etapas necessárias para chegar a um outro objetivo que é o de ter um bom emprego, estabilidade financeira e com isso conseguir a minha independência e construir a minha própria família. Quero que tudo isso chegue rápido, que avance. Por isso não percebo porque é que vejo tanta gente ainda presa à faculdade, que continuam a ir a todas as atividades e festas mesmo já não sendo estudantes, que ainda pertencem às tunas, dão uma mãozinha nas associações, fazem amizades com os mais novinhos. Não sei, faz-me confusão que esta gente viva tanto para o passado. O facto é que, muitas destas pessoas que eu conheço e que continuam assim ligadas a estas coisas, têm uma autoestima baixa, "não são ninguém" fora daquele contexto em que tanta gente os adora e os admira. Parece que querem continuar lá pela adoração dos outros, para continuarem a ter validação pessoal, porque têm ali pessoas que, sendo mais novas e mais ingénuas, os vêem como pessoas próximas, uns exemplos. E deve ser mesmo difícil fazer a transição de um contexto em que és tão idolatrado para um contexto onde és igual (ou pior) que os outros, onde tens que começar de novo. 

E apesar de eu até perceber isso, acho tão deprimente. É triste que, acima de tudo, a pessoa precise deste tipo de validação dos outros para se sentir alguém na vida, principalmente porque essa validação nem sequer é baseada em qualquer talento ou aptidão em específico. Depois vemos estas pessoas presas a isto, a terem 30 e a irem a festa atrás de festa e a embebedarem-se como se tivessem 20, sem horários, sem trabalhos (ou não os levando a sério), a perderem relacionamentos sérios porque a outra pessoa também se cansa de viver com um eterno miúdo que não se faz à vida e que adia constantemente planos de vida importantes, como casar e ter filhos, porque querem comportar-se como caloiros. Sinto sempre uma certa pena destas pessoas porque deve ser muito triste não ter objetivos de vida, não conseguir perceber que é necessário descolarmo-nos de algumas fases boas para termos outras melhores. E tenho pena das famílias destas pessoas porque muitas vezes quem mantém este estilo de vida são os paizinhos.

4 comentários:

  1. Entrar no mercado de trabalho nao é nada facil. É coisa mais frustrante que ha. Alem disso ser adulto, ter um trabalho e responsabilidades é complicado. percebo que haja pessoas que nao tenhm a maturidade necessaria para fazer essa transição.
    Beijinho

    The-not-so-girlygirl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda estou presa à faculdade, mas não é por nada disso. É por uma resistência ridicula e involuntaria a acabar a minha tese! Eu que nunca tive problemas com trabalhos e que sempre fui boa aluna! sou tão ridicula. Nem a porcaria da psicoterapia está a ajudar nisto -_-

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não és nada ridícula! Simplesmente para algumas pessoas leva mais tempo ou custa mais, por diversos motivos. Tenho a certeza que é só uma fase e que hás-de conseguir terminar tudo assim que te sentires mais preparada. Força!

      Excluir
  3. Eu não me vejo a ficar presa pelo simples facto que já trabalho desde que comecei a faculdade, e vejo isso como uma fase, que acaba por passar :)

    ResponderExcluir