quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

There is no such thing as too many books │ A estalagem de Rose Harbor e O abrigo da Esperança by Debbie Macomber


Nunca tinha lido nada desta autora e já nem me lembro como foi que comprei o primeiro livro, se foi por indicação de alguém ou por mera curiosidade. Mas fiquei tão contente com o tipo de escrita que comprei logo o livro que dava continuidade à história. 

O primeiro que li foi A estalagem de Rose Habor, que conta a história de uma mulher que se vê viúva e a precisar de um recomeço, que compra uma estalagem e vai começando a reestruturá-la à sua medida. Entretanto vão chegando hóspedes à estalagem, personagens também elas com algum tipo de sofrimento e de assunto não resolvido, problemas que vão sendo abordados e resolvidos durante a sua estadia naquela estalagem. É um livro que traz uma certa serenidade, dá para acompanhar o processo de luto e de apaziguamento dela com a reviravolta que a vida dela sofreu, mas também das outras pessoas que se vão hospedando lá.

O segundo livro, O abrigo da Esperança, é uma espécie de continuação do primeiro; leva-nos de volta à estalagem e à vida dela após a perda do marido e como dona daquele estabelecimento. Voltam a aparecer hóspedes com histórias de vida dramáticas e com problemas por resolver, que acabam por irem sendo solucionados naquele lugar mágico. 

Eu gosto deste tipo de leituras, gosto de livros com boas histórias. Como sou assim mais para o romântico-lamechas, gosto de livros com boas histórias de amor, de perda, de recomeços. Gosto, essencialmente, de leituras em que eu me possa identificar com as personagens e com as temáticas ou, não o conseguindo, que pelo menos me façam sentir empatia pelas vidas daquelas personagens, que me façam imaginar estar naquele lugar, que me façam questionar as minhas ações e reações se fosse eu aquela pessoa. Este livros estão escritos de forma tão simples e tão despretensiosa que é muito fácil lê-los. Li-os num instante. Não são os melhores livros que já li, de todo, mas são giros e cumprem perfeitamente o seu papel de nos transportar para outras realidades. Gostava de ler mais desta autora, que não conhecia mas que gostei de ler. Gostei e recomendo. 

2 comentários:

  1. não sei se a historia é boa ou nao, mas as capas sao totalmente adoraveis! estou literalmente a julgar um livro pela capa xD

    beijinhos

    ResponderExcluir