quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Este dia nunca mais acaba. Credo, estou cá com uma vontade de ir trabalhar hoje. Só penso que tenho que aguentar hoje e amanhã é o último dia desta semana. Ainda tentei trocar de turno e ir de manhã no dia 31, mas a patroa não deixou. Adeus planos românticos de passar a última tarde do ano à lareira, a ler com o meu amor. Quanto mais planos a pessoa faz, pior é. Este emprego não me permite ter planos para nada porque nunca tenho horários certos. Tenho sempre hora para entrar, mas nunca para sair quando me vêm substituir. Ainda no Domingo estive mais de 1h depois da minha hora de saída à espera que ela viesse para eu poder ir embora. Diz-me uma coisa, depois diz-me outra. Nunca tenho um dia certo para folgar, é quando lhe apetece e normalmente só me diz que tenho folga no dia anterior à dita tipo "ah, é verdade, amanhã estás de folga". Quem pode fazer planos assim? Impossível.

Este emprego foi das melhores e piores coisas que me aconteceram. Não quero parecer ingrata! Caiu-me do céu numa altura que eu realmente precisava. Estou muito grata pela relação flexível e amigável que temos as duas e sei que em mais nenhum sítio me sentiria tão à vontade para faltar quando necessito, para propor trocas de turnos, etc. Mas às vezes é mesmo horrível esta instabilidade. Tanto trabalho 10h como 12h ou só 5h. Tanto folgo à sexta como à terça ou quando ela bem entender. Saio quando ela quer. Acabo sempre por dizer que sim quando ela pede para ir mais cedo, mesmo que não me dê jeito nenhum. Deixei de ter fins de semana e, mesmo na renegociação dos horários acabei por ficar prejudicada. Quero sair, quero tanto sair!, mas não quero sair sem perspetivas de algo mais seguro e mais bem pago. Não vou sair para ficar em casa a olhar para as paredes. Só saio quando arranjar algo na área, o que está mesmo difícil.  

Não deixa de ser curioso que esta seja uma das três resoluções para 2015 que não cumpri. Queria sair, queria mesmo muito deixar este emprego, mas em vez disso ainda acrescentei horário. Passei de trabalhar só aos fins de semana para trabalhar à semana e fins de semana. Ironias do destino. Quero tanto, mas tanto!, que 2016 me traga um emprego novo!

5 comentários:

  1. Nunca desistir! Este ano não foi, será para o ano de certeza :) Feliz 2016

    ResponderExcluir
  2. Oh é realmente chato mas calma ... Em 2016 será melhor!

    ResponderExcluir
  3. Desistir é a única coisa que não devemos fazer, com força e coragem ...2016 será a concretização de tudo. Sê muito feliz!
    xoxo, Sofia Pinto
    Last Post ♥

    ResponderExcluir