domingo, 8 de março de 2015

Muito emancipadas, só que não

Um bem-haja a todas as mulheres que, tal como a minha mãe e as minhas tias, foram/vão almoçar/jantar fora para comemorar o facto de serem mulheres com plenos direitos, independentes, livres e muito emancipadas...mas dependem da boleia dos maridos para levá-las ao restaurante porque nenhuma delas tem carta de condução. 

3 comentários:

  1. Muito bom, desafio de 2015: elas tirarem a carta este ano e assim pro ano já serem mesmo independentes:-)

    ResponderExcluir