quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Coisas que me mexem com os nervos (beach edition)


  • Famílias numerosas que montam acampamento nos sítios mais sossegados, arruinando, assim, o sossego dos outros com as suas gritarias e conversas em alto volume;

  • Crianças que correm livremente pela praia, em volta das toalhas dos outros, provocando avalanches de areia para cima de qualquer pessoa que esteja em sua volta;

  • Crianças que não estão sossegadas um minuto, sempre aos berros e a pedir coisas aos pais;

  • Pais que deixam crianças de colo andarem nuas pela praia/ pais que deixam crianças (meninas) de 5-10 anos andarem só com a parte de baixo do bikini (se não conseguem aguentar a parte de cima do bikini, comprem um fato-de-banho que sempre é mais apropriado. E há que ver que há um limite em que as crianças já não são assim tão pequenas para andarem nessa triste figura);

  • Ventanias descomunais que levam tudo à frente (e as pessoas a insistirem que não, não está nada mau o tempo, está um rico dia de praia);

  • Pessoas que dizem morenar em vez de bronzear;

  • Miúdos e homens já adultos que passam a vida a chatear a mãezinha/mulher para comer, ora com um "tenho foooooooome!", ora com um "ó mulher, vai demorar muito a sandocha?", como se a pobre coitada não pudesse também usufruir de um dia de praia sem ser a empregada doméstica;

  • Que raramente haja papel higiénico na casa de banho pública;

  • Aquelas pessoas estúpidas que molham toda a gente num raio de 20m quando vão entrar para a água, sem se preocuparem com nada nem ninguém. Viva a idiotice!

Assim de repente, acho que é só isso. E acreditem ou não, eu adoro criancinhas, mesmo. Eu quero ter umas 4 ou 5, verdade. E adoro vê-los brincar na areia e aquelas carinhas de alegria quando molham os pés e essas coisas todas. O que eu não gosto é de miúdos sem educação e gosto ainda menos de pais que não têm sequer a decência de olharem durante 5min para as crianças e chamarem-nas à atenção quando estão a perturbar os outros. E na praia não falta disso. 

Um comentário:

  1. True story! A coisa que ainda mais me irrita é mesmo os miúdos chapinarem quando quero entrar na água devagar e os pais nem sequer os alertarem!! E as correrias na areia então nem se fala! se eu tenho cuidado mesmo a sacudir a minha toalha, porque é que os outros não terão também? gente nem um pouco civilizada -.-'

    ResponderExcluir