terça-feira, 23 de outubro de 2012

Intriga-me um bocado aquele tipo de casal que está constantemente a discutir. Não percebo o propósito de passar a vida com argumentos circulares, discussões sem fim, sempre a ver onde se pode espicaçar o outro. 

Mas sobre este assunto pouco ou nada posso dizer. Namoro há imenso tempo, claro que já tivemos as nossas desavenças, mas nunca discutimos a sério. Nunca passamos mais do que 5 minutos amuados. Nem somos nada dados a dramas e a estar imenso tempo sem nos falarmos, muito menos de falar mais alto um pro outro, e etc. Quando há algo que desagrada a algum de nós, falamos e resolve-se o assunto. Não deixamos que as coisas cheguem àquele ponto em que depois sai tudo de uma vez e aí é que fica feio. Resolvemos o que temos a resolver e passa. Claro que há coisas nele que me irritam solenemente, e o contrário também acontece, que eu não sou santa nenhuma. Mas isso acaba por ser um bocado irrelevante. Há que haver cedências e muita paciência. No fundo, há que saber aceitar os pequenos defeitos dos outros e aprender a viver com eles. Se realmente depois as coisas se tornarem demasiado pesadas e os defeitos começarem a ser insuportáveis e as discussões uma constante, então qual é a ideia de manter uma relação assim? Deus me livre de ter uma relação com tanto drama. 

E é por isso que sempre que  conheço outros casais e vou sabendo de histórias de amuos e discussões sem fim, agradeço mentalmente por ter ao meu lado alguém tão perfeito para mim e de ter uma relação tão pacífica e estável.

7 comentários:

  1. Eu conheço um casal assim que já namoram há 3 anos. E é horrível, porque tanto oiço de um lado como do outro. No meu grupo de amigos todos nos perguntamos como é que eles namoram, mas a verdade é que lá se entendem e eu, desde há algum tempo para cá, que já não questiono isso, se eles funcionam assim então tanto melhor ;)

    ResponderExcluir
  2. Ora bem! Farto-me de pensar no mesmo! Não consigo entender qual é o objectivo de manter uma relação que só traz ansiedade e mal-estar.

    ResponderExcluir
  3. eu podia ter escrito este texto. também não percebo esses casais. supostamente as relações são para ser fáceis e agradáveis, e não uma forma de chatices... e comigo é assim, tudo tão fácil porque sabemos levar as coisas bem, tanto as boas como as más (porque claro que também há discussões às vezes, mas felizmente nunca nada de grave) :)

    ResponderExcluir
  4. É preciso uma boa dose de paciência e de aceitação nas relações :)
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  5. é raro! Invariavelmente as discussões chegam... mesmo que demore tempo! No teu caso, felicito-te se não passaste nunca por isso

    ResponderExcluir
  6. Eu e o meu namorado falamos de tudo exactamente com esse intuito, o de resolver tudo pelo melhor.
    Já nos chateamos à séria, mas nem um berro se ouviu ou uma frase que tenha sido dita no calor da discussão. Afastamo-nos, pensamos e chegamos sempre à mesma conclusão: Somos mesmo tristes quando estamos chateados e nem demora um dia a resolver as coisas. LOL

    ResponderExcluir