terça-feira, 13 de setembro de 2011

Da exploração

O que não falta por aí é quem queira roubar os outros e os alvos mais fáceis são os estudantes/professores. 
Basta dar uma vista de olhos pela internet para verem a forma absurda como se tenta abusar dos estudantes/professores simplesmente porque estes se encontram com a necessidade de alugar um quarto ou uma casa. 
Quartos velhos, a precisarem de remodelações, sem as condições mínimas, mas a pedirem 200 euros por mês, sem despesas incluídas. Já vi até a 300 euros! Incrível! Acham que alguém no seu perfeito juízo alugaria um quarto (!) por 300 euros/mês? Quase dá para pagar a prestação de uma casa inteira! É um roubo. 
Não acho normal que estas coisas aconteçam e acho que as pessoas deviam ter vergonha na cara antes de porem estes anúncios. Deviam pensar que um estudante normalmente não tem dinheiro para pagar as suas despesas porque não trabalha. Logo esta despesa recai sobre os país. E os país também têm outras contas para pagar. Claro que existem as bolsas, para quem as tem, mas mesmo assim não deixa de ser muito dinheiro para pagar apenas um quarto. Muitas vezes a pessoa nem têm acesso a mais parte nenhuma da casa (já vi anúncios assim!). 
O mal é que as pessoas acham que como somos estudantes e precisamos mesmo de um sítio para ficar aceitamos qualquer coisa. Mas não devem pensar assim. Somos estudantes mas também somos pessoas! Precisamos de um sítio limpo, com as condições básicas, luz, água, tomadas a funcionar, tudo certinho e direitinho. 
Enfim, não falta quem vá ganhar muito dinheirinho agora com as novas colocações a explorar estudantes. Uma vergonha.

7 comentários:

  1. E ainda a acrescentar que a maioria desses alugueres são feitos de forma ilegal, daí cada um pedir o que bem lhe apetece pelo quarto, mesmo que não tenha um mínimo de condições.

    ResponderExcluir
  2. Alugo em Faro, 200€ por quarto COM TUDO INCLUIDO, e o apartamento é novo! E, ainda me dizem que acham caro. É depois, com este tipo de coisas que me revolto. Como o apartamento é novo, acham que abuso no preço,mas depois vejo casas a cair de podre a esses preços, e pronto já é aceitável.

    ResponderExcluir
  3. Querida, já te falei da zona onde eu morava? É um sítio óptimo, mas sim, eu pagava 600 euros por um T2. Nós é que não nos importavamos de partilhar quarto e acabou por ficar 150 euros a cada uma com condições excelentes! E depois já sabes que as pessoas estipulam os preços por comparação e se o mercado cobra, ninguém quer ficar a "perder".

    ResponderExcluir
  4. Nunca andei à procura de um quarto ou de uma situação do género porque moro relativamente perto da faculdade. Na verdade, até falar com uma colega que teve que o fazer, nem fazia ideia dos preços e das condições. Para além de ser tudo ilegal, como já foi dito em cima, o preço cobrado por quarto é um abuso. 300€ o quarto mais pequeno. Já para não falar de outras situações (completamente absurdas) que aconteciam com a senhoria. Enfim...

    ResponderExcluir
  5. Tenho uma colega que alugou quarto por 250 euros. A casa é óptima e tem boas condições mas para alem dela há mais duas que pagam renda mais alta porque os quartos são maiores. No total são quase 800 euros que o senhorio ganha com elas ao fim do mês.
    Mais do que o preço dos quartos revolta-me o facto de muitos nem passarem recibos, vivem deste esquema fraudulento para viver a vida, não declaram o que ganham e isso é gozar com os que ganham a vida honestamente (que também os há).
    Mas conheço muita gente que aceita essas condições e isso acaba por fazer com que situações dessas continuem a acontecer. Vi uma reportagem na TV sobre este tema e fiquei chocada com as coisas que vi, havia uma casa em que o inquilino não tinha acesso a nada em casa a não ser o quarto...
    É triste!

    ResponderExcluir
  6. tudo bem que agora o negócio está para os alugueres mas assim é exploração :S ...
    sorte **

    ResponderExcluir
  7. Portugal tem uma quantidade enorme de fogos degradados e mesmo assim a especulação imobiliária da construção é brutal. Da construção, infelizmente, e não da recuperação. Precisamente para que essa exploração se dê... :)

    ResponderExcluir