sexta-feira, 26 de agosto de 2011

deixem de criticar e vivam mais



Há por aí muita gente que adora dar palpites sobre as relações dos outros. As suas é que são espectaculares. Nunca se chateiam, nunca lhes apetece(u) mandar tudo às hortigas, nunca deixaram de sair com os amigos para estar com o respectivo, nunca disseram o que não deviam dizer, nunca foram lapas nem fizeram figurinhas ridiculas. Não. Têm uma relação perfeita. Estão sempre de bem, tratam-se por xuxu e bebé, vão sempre a sítios super espectaculares, recebem e dão prendinhas fantásticas e caras e estão sempre lindos e maravilhosos um para o outro. Pior do que dar esta imagem ridícula de que a vidinha deles é perfeita, é que criticam os outros por não serem assim. Acham que só sendo perfeito é que se pode ser feliz. 

Pois eu e o meu namorado raramente discutimos, mas o raça do homem dá-me muitas vezes uns nervos incontroláveis (e eu a ele, de certeza, apesar de ele não admitir). Não tenho vergonha de admitir que já recusei alguns convites de amigos para aproveitar esse tempo para estar com o meu namorado. Já por muitas vezes disse coisas da boca para fora, sem o sentir. Sou uma autêntica lapa. Dou-lhe o espaço que ele quer e precisa e ele a mim, mas adoro estar sempre pertinho dele. Figurinhas ridículas nem quero mencionar. Andamos sempre aos beijinhos e abraços e aproveitamos o nosso tempo para fazermos coisas que gostamos. Raramente fazermos programas espectaculares, a maior parte das vezes ficamos por casa sem fazer nenhum, ou a ver filmes e séries, ou vamos até ao parque da terrinha.  Nem sempre estou linda e maravilhosa para o receber, olha que sacrilégio! A família dele trata-me como se eu  fosse um deles e a minha adora-o, vêem logo as más línguas dizer que isto não pode ser, que é dar muita confiança, que é meter pessoas dentro de casa quando não se sabe se vai resultar ou não. Às vezes ele esquece-se de coisas importantes, às eu vezes sou chata e insegura. Ele tem um feitiozinho que colide com o meu em alguns pontos, eu sou demasiado metódica e preocupada, ele muito calmo, relaxado, tem sempre tempo (irritante!). Mas sabem que mais? I don't care. Somos felizes assim. Não é sempre perfeito? Não! Mas enquanto acharmos que vale a pena, aqui estamos nós. 

Às vezes acho que para criticarem assim tanto os outros é porque não vivem uma relação assim e têm inveja. Ou então têm tanto medo do ridículo,querem fazer tudo tão certinho, que esquecem-se de viver as coisas. Andam sempre a ver o que os outros podem pensar, que têm que ser perfeitos. E a perfeição, todos sabemos, não existe. Acho que está na hora de criticar menos e amar mais...

11 comentários:

  1. ora aí está :) a minha relação não é perfeita, mas para mim é a melhor do Mundo e arredores. há tempo para tudo, para vegetar e para programas fantásticos, para discutir (cmg é raro tb) e fazer as pazes, mas sempre ser feliz ... muitas vezes julgamos os outros sem saber nada da vida deles, mas isso não é só em relação às relações, gostamos sempre de dar a nossa opinião, de mandar uma piada ... enfim.

    ResponderExcluir
  2. este mal chama-se inveja e é o que há de mais por aí :s

    ResponderExcluir
  3. nada que fazer dá nisto ... tudo preocupado com a vida alheia quando havia tanto mais produtivo para se entreterem ... :S
    paciência **

    ResponderExcluir
  4. sabes que criticam, geralmente, por ciumes, por não terem quem os ame assim!

    ResponderExcluir
  5. falta que fazer só pode... :) "eles" que se preocupem com a vidinha deles :)

    ResponderExcluir
  6. concordo, subscrevo completamente este teu post! ;) beijinhos

    ResponderExcluir
  7. ora nem mais!
    aqueles a quem tudo parece correr de feição e para quem tudo está sempre bem, escondem por vezes histórias tristes, de violência e traição...

    ResponderExcluir
  8. Identifico-me muito com este texto. Em tempos muitos diziam que eu e o meu ruanito (só para veres a figurinha que fazemos!) não nos iríamos aguentar porque somos muito diferentes. Eu toda virada para os estudos, ele o oposto. E por aí adiante... Verdade seja dita que lá tivemos os nossos dilemas, mas hoje ainda estamos juntos ao contrário de muitos outros que acabaram por se separar e criticavam. Como vês, há que não dar ouvidos.

    ResponderExcluir
  9. Gostei tanto deste post :) E identifiquei-me, pois claro.

    ResponderExcluir
  10. disseste tudo x) eu e o meu namorado também nos damos muito bem, mas como cada um, temos os nossos arrufos que resolvemos na hora, com muitos beijinhos à mistura. Figuras? Imensas, mas quem ama e não faz ridicularidades? Há pessoas que nos passam uma ideia perfeita do namoro, conheço algumas assim .. Se é mesmo perfeito, parabéns; se não, é triste desejar algo e não aproveitar o que se tem =)

    ResponderExcluir