segunda-feira, 2 de maio de 2011

Para que fique registado, para sempre

Sou uma maricas. Acho que toda a gente que vem aqui e me lê, fica com a ideia que sou um bocadinho pro palerma mas também levo as coisas muito a sério e vivo tudo muito intensamente. Choro com muita facilidade e não tenho qualquer problema em dizer o que sinto, mesmo nas pequenas coisas da vida que ficam fora deste blog. 
Isto tudo para dizer que estes últimos dias têm sido para mim uma avalanche de emoções. Encho-me de orgulho, tenho dúvidas, rio, choro muiiiiiiiito, tenho medo, sinto-me mais forte do que antes, que aprendi muito mas que tenho muito ainda para a prender. Uma constante de contradições, de medos e de anseios. Mas têm sido muito importantes para mim, para as pessoas que as poucos foram entrando na minha vida e isso é o que me enche o coração. Não há nada como saber que o nosso esforço prolongado, os sacrifícios, as horas sem dormir, as refeições que se saltaram e os sermões que ouvimos, são agora acções reconhecidas por quem deviam. 
As marcas de guerra, essas levo no corpo, mas principalmente no coração. Para sempre.

2 comentários:

  1. Sabes? sou igualzinha a ti e sinceramente não me importo nada, até acho que assim consigo viver mais a vida do que as outras pessoas...

    ResponderExcluir
  2. Que lindo :) Estás a ficar tão crescida com isto tudo!

    ResponderExcluir