quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Um bebé muda tudo?

Eu nunca fui muito crente nas mudanças miraculosas que dizem acontecer quando as pessoas viram pais, mas agora estou a presenciar isso e já me acredito em tudo. 

Uma das minhas primas teve um bebé no mês passado. Eu e ela nunca tivemos uma boa relação e já escrevi sobre ela no blog várias vezes até. Ela tem um feitio muito complicado, sempre foi uma pessoa difícil e sempre manteve relações muito conturbadas com todos os membros da família. Mas família é família, claro que gosto dela apesar de tudo, e fomos criadas como irmãs desde sempre.  Temos aquelas relações de amor-ódio, não passo bem sem ti nem contigo. Vivemos sempre perto uma da outra, enquanto crianças sempre estivemos juntas diariamente na casa da nossa avó, ficávamos na casa uma da outra... Só que somos completamente diferentes (embora fisicamente iguais, aparentemente - toda a gente nos tem trocado os nomes, pensam que fui eu que tive a bebé, perguntam-me se sou eu a mãe, se somos irmãs, etc etc), temos feitios que chocam e a nossa relação sempre foi na base da competição (ela a querer ser igual/melhor que eu). Quando se descobriu que ela estava grávida, foi o choque. Nunca ninguém lhe conheceu um namorado e de repente aparece em casa a dizer que ia ser mãe. Muito se falou, muito se comentou sobre isto e aquilo, as escolhas dela, a vida dela, enfim. Acontece que, depois de nascer uma criança, tudo passa. E ela própria parece outra pessoa, neste momento. Até então, evitava estar junto dela. Chocamos imenso e nem sempre me apetecia estar a ser simpática e ignorar as coisas que ela dizia/fazia. Neste momento, somos capazes de conversar como pessoas adultas, sem tretas. Ela está tão mais madura e normal que nem parece ela. Ao contrário do que se esperava, é uma mãe cuidadosa e interessada. Tenho ido fazer-lhe várias visitas e ela é sempre agradável, sempre simpática. Nem a reconheço! Ontem deixou-me a bebé em casa para ir tratar de uns assuntos e eu juro que fiquei parva ao ver a relutância dela em deixar a menina, aquela preocupação de mãe, até no beijinho antes de ir (ela que não é nada de beijos e abraços, que sempre disse que não ia andar aos beijinhos à filha, que até há poucos dias tinha dito que raramente beija a bebé). E a simpatia com que pede ajuda e depois agradece, a preocupação de poder estar a incomodar ou abusar. Eu sei que isto parecem coisas normais, mas para ela não é. Não que ela fosse um monstro sem educação, mas era muito na dela, como se toda a gente lhe devesse alguma coisa, como se fosse melhor que todos e todos lhe tinham que prestar vassalagem. Eu estou parva para a minha vida. Pede ajuda, aceita as opiniões das pessoas mais experientes, admite que não sabe e que precisa de aprender, não tem problema nenhum em deixar as pessoas mais velhas ajudarem-na. Eu não esperava isto dela, tendo em conta a forma como ela sempre foi. Ela que sempre se armou que sabia tudo. A maternidade está-lhe a fazer muito bem. Eu só espero que sejam mudanças para ficar e que não seja simplesmente uma questão de hormonas. 

Sempre quis ter uma prima/amiga próxima com quem partilhar estas coisas de gaja, ir às compras, falar de tudo, ter uma relação próxima de entreajuda. Adoraria que, a partir de agora, estas coisas fossem possíveis com ela. Se ela se continuar a comportar como uma pessoa normal, vejo essa possibilidade e fico mesmo contente por mim e por ela, sinceramente. Isto seria o nosso milagre de Natal! :)

5 comentários:

  1. pois parece que ser mae tornou a uma pessoa melhor! ou é simplmenete da idade. quando crescemeos ficamos pessoas diferentes :)

    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderExcluir
  2. Tens sorte. Tenho uam pessoa muito próxima que era como descreveste a tua prima antes de ser mãe, mas depois de ser mãe ficou 30 vezes pior e é muito dificil a convivência. :(

    ResponderExcluir
  3. Fico feliz pelo bebé e pela mudança na tua prima :) Beijinhos*
    PS: acho que tenho primas que também precisavam de ser mães! Ahahah

    ResponderExcluir
  4. Ser mãe faz-nos ver o mundo com outros olhos. Fico feliz pela mudança e que não seja apenas das hormonas. Beijinho!

    ResponderExcluir
  5. Nem sempre acontece, mas a maternidade muda-nos sim, eu acho. E no caso dela foi para bem melhor, segundo dizes. Eu acho que não há nada melhor do que ser mãe. É maravilhoso. Eu estou completamente apaixonada pela minha bebé e o meu filho mais velho será sempre o meu príncipe <3

    ResponderExcluir