quinta-feira, 12 de julho de 2018

Depilação a laser: as sessões finais

Bem sei que me entusiasmei no início e pensei que ia escrever sobre todas as sessões, mas perdi-lhe o ritmo para aí depois da terceira. Entretanto fiz ontem a oitava sessão e não tenho nova sessão agendada. Até agora fiz mês sim, mês não, mas a recomendação é ver no que dá, como o pêlo cresce e em que zonas, para saber se devo fazer mais sessões. Acho que me aplicaram uma potência maior desta vez, para exterminar os teimosos que ainda cá estão, portanto só poderei ter noção da real situação no desenrolar dos próximos meses. Contudo, obviamente noto imensas diferenças desde o início (Abril de 2017) até agora.

Resultados:

Gostava de dizer que já não me lembro de uma época em que tinha pêlos, mas a verdade é que era demasiado "macaca" para agora estar a fingir que esqueci aqueles tempos :) O que posso dizer é que, neste momento, sou uma mulher quase livre de pêlos e muito mais descomplicada em relação a este assunto. Há alturas em que me esqueço que tenho que fazer depilação porque, realmente, não noto nem sinto pêlos quando passo a mão pelo corpo. Há zonas em que ainda nasce um ou dois, mas nada de problemático. No geral, é como se não tivesse pêlo nenhum. Os que ainda crescem, são finos e parecem logo muito mais claros, portanto não incomodam nada. Ainda assim, não posso dizer que vivo completamente livre de depilações porque não é verdade. Surgem sempre uns "pontinhos" no buço que são bastante incómodos mas facilmente os retiro com uma lâmina. Este ponto é o mais chato porque, sendo no rosto, ainda tenho que me preocupar se tenho ou não pêlo ali. 
Nas zonas da barriga e costas, onde o pêlo tende a ser mais penugem do que outra coisa, é mais difícil de eliminar. A ideia nem é eliminar de vez mas sim ter cada vez menos/mais fino. É a penugem típica de qualquer pessoa. 
As zonas mais problemáticas eram as axilas, virilhas e pernas. Nestas áreas nem tenho o que apontar, tamanha é a diferença do antes e do agora. Nas axilas já nem nasce pêlo algum, nas virilhas tenho uns três ou quatro e nas pernas, apenas a parte de trás das coxas ainda tem alguma penugem. Eram zonas onde o pêlo era mais forte, que rapava com mais frequência, portanto havia montes de pêlos encravados e consequentes manchas na pele por andar sempre a penicar. Agora, além de não haver pêlo (ou haver alguns teimosos), a pele está lisinha, macia e sem manchas.
Não me lembro de alguma vez ter tido uma pele tão macia e "limpinha" como agora. Obviamente estou satisfeitíssima com estes resultados, embora saiba que ainda terei que fazer mais sessões (quanto mais não seja, de manutenção).

Opinião geral:

Não vou mentir, dói pra caraças. A mim, pelo menos, dói bastante e eu nem sou de me queixar. Há momentos em que até tenho espasmos, porque sinto aquela picada mais forte. Há alturas em que dói mais (no calor, se estivermos com o período ou perto de estar, se estivermos mais sensíveis por algum motivo), mas no geral, dói sempre. Nada que impossibilite o processo ou seja insuportável, mas mentiria se dissesse que não custa nada. Em algumas zonas só se sente assim um quentinho, noutras parece que nos espetam agulhas quentes na pele. Ainda assim, certamente dependerá de pessoa para pessoa, da potência utilizada, das zonas do corpo e do técnico. Não é o tipo de dor que me fizesse desistir do processo, é o preço a pagar por uma pele lisinha, sem marcas e sem pêlos, portanto, para mim, compensa e faria tudo outra vez.

Os resultados poderão não ser tão imediatos quanto gostaríamos mas cumpre perfeitamente com o prometido. Ando nisto há mais de um ano e ainda há alguns pêlos, portanto que ninguém vá a contar sair com pele rabinho de bebé de uma sessão para a outra. Além de que é preciso ter em conta que há sempre a possibilidade de haver algum pêlo ou penugem, ninguém vai sair das sessões 100% sem pêlo. Também nada é definitivo, há necessidade de fazer manutenções (pode ser só uma sessão por ano, p.e.). 

Posto isto, em relação qualidade do serviço/preço, estou muito satisfeita. É caro (100€ por sessão, corpo completo), tendo em conta que são precisas várias sessões, mas vale cada cêntimo. É dinheiro que não me custa dar, sinceramente, porque sempre vi resultados e ajudou muito no meu dia-a-dia, na forma como me vejo, nos complexos que tinha com o meu corpo. Sinto-me muito mais confiante e não penso duas vezes antes de ter que mostrar as carnes, se tenho ou não pêlos :) Só tenho pena de não ter podido investir nisto mais cedo.


Agora com esta sessão "final", vou esperar para ver se os mais teimosos se vão embora de vez. Lá para Novembro ou Dezembro, se for necessário, marco nova sessão para eliminar o que possam ainda restar. Vou dando notícias para encerrar, de vez, este capítulo, mas acreditem que é algo que recomendo a toda a gente!

4 comentários:

  1. Realmente há anos que considero fazer e sempre me retive por receio de não ver resultados. Talvez considere fazer nas pernas, verilhas e axilas.


    JU VIBES | @itsjuvibes ❤

    ResponderExcluir
  2. eu adorava fazer depilação a laser porque odeio ter de andar sempre na esteticista e, como disseste, apesar dos 100€, acho que acaba a compensar! já agora, qual é o tipo de laser (alexandrite, diodo...)? :)

    r:

    ResponderExcluir
  3. Se os preços que se practicam aqui, nos EUA, não fossem ridículos, também eu já tinha aderido à depilação a laser. É tão mais agradável não nos preocuparmos com pêlos.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Das melhores coisas que fiz na vida foi a depilação definitiva ;) mas também me doeu bastante... :P

    ResponderExcluir