terça-feira, 31 de julho de 2018

A criança ingénua que há em mim...

Para quem viu How I Met Your Mother: lembram-se de quando, no casamento da Robin e do Barney, o Ted descobre que afinal não é alérgico a bacon, mas sim que era uma mentira da mãe dele para ele simplesmente não comer? Tenho uma história parecida. 

A minha mãe tem o péssimo hábito de achar que, por ela não gostar de alguma coisa, mais ninguém tem que gostar. Poderia simplesmente ser uma pessoa normal que compreende que, o facto de ela não gostar de algo não significa que tem que impedir outras pessoas de ter oportunidade de saberem se gostam ou não, mas isso seria pedir demais. Se ela não gosta, não cozinha e não compra, ponto. Ora, sucede que eu sempre achei que não gostava de mostarda porque a minha mãe disse que eu não gostava. É daquelas coisas que se me ficou na cabeça desde pequena e nunca mais tentei sequer provar, uma vez que a minha mãe me tinha dito que eu já tinha comido e não tinha gostado. Não tinha memória dessa situação, mas pensei que fosse algo que tivesse acontecido cedo na minha infância e eu não me recordasse. Se a minha mãe diz que eu provei e não gostei, eu acredito. Como sou pouco dada a experiências gastronómicas e tenho uma lista imensa de coisas que não gosto/não como, acreditei. Acontece que é mentira. Eu nunca tinha provado mostarda até aos 22 ou 23 anos porque a minha mãe não gosta. Como não gosta, não compra, logo não havia em casa para mais ninguém. E a esperta, em vez de dizer que eu poderia gostar, se provasse, não, inventa que eu não gosto. Se ela não gosta, eu não posso gostar também. Vivi nesta mentira 22 ou 23 anos da minha vida. Que mais terá ela inventado que eu não gosto, só porque ela não gosta também??  Estas parenting skills da minha mãe são qualquer coisa...

6 comentários:

  1. Por acaso os meus pais nisso não foram assim, muito pelo contrário. Agora tens que começar a provar tudo e mais alguma coisa :p

    ResponderExcluir
  2. Lembro-me desse episódio, acho é que as razões da mãe do Ted talvez tenham sido apenas pq o bacon não é propriamente saudável :P quanto à tua situação, é como diz a Cláudia, agora tens que provar tudo aquilo que pensas que não gostas! A tua mãe tem uma maneira de pensar... peculiar.

    ResponderExcluir
  3. A minha mãe é igual no sentido de 'não gosto, não compro, não faço'. Por exemplo, nunca comi almôndegas em casa exatamente por essa razão. No entanto, posso provar tudo o que quero, sem que seja necessário inventar esse tipo de coisas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A verdade é que, assumindo que somos pessoas adultas, podemos ser nós a comprar e/ou a cozinhar o que temos curiosidade em provar e não há em casa. Só que, sendo sempre uma pessoa a responsável por fazer as compras e cozinhar, é normal que essas tarefas fiquem delegadas apenas a essa pessoa e acabemos por "andar a toque de caixa" dessa pessoa. É só curioso que tal aconteça. Nunca me passou pela cabeça não comprar ou não cozinhar para a família alguma coisa só porque eu não gosto.

      Excluir
    2. A questão é que em minha casa nunca houve duas comidas diferentes à mesma refeição (estou-me a referir apenas a comidas, pelo que o teu exemplo da mostarda não se enquadra aqui), por isso não é hábito fazer algo que alguém não goste. No entanto, são poucas as coisas em que alguém não come de todo.

      Quando dizes que é sempre a mesma pessoa a responsável, até pode ser mas nada proíbe (em princípio) outro elemento de comprar determinada coisa.

      P.S. Agora já não vivo em casa dos meus pais (exceto em fins-de-semana), por isso essa questão já não se coloca.

      Excluir