segunda-feira, 11 de junho de 2018

Rir para não chorar

A quantidade de gente maluca que eu aturo diariamente é surreal, juro-vos. Digo maluca para não dizer burra e mal educada, que eu sei que fere sempre suscetibilidades, mas a verdade é uma só. Há pessoas que têm o cérebro de uma formiga, ponto final. Há pessoas de compreensão lenta. Há pessoas que estão tão habituadas ao medíocre que, depois de serem tratadas com o respeito e profissionalismo que merecem, acham estranho, desconfiam e tratam mal quem as trata bem. É verdade. E depois há pessoas que simplesmente parece que gostam de brincar com o trabalho dos outros, mas isso são outros quinhentos.

Há dias ou momentos em que este tipo de pessoas com as quais lido diariamente me esgotam, fico irritada, apetece-me lançar tudo às urtigas. Mas depois também há momentos ou dias em que só me dá para rir. A sério, as pessoas fazem-me rir. Há casos em que tenho que pegar no telefone e contar a  atual história surreal à minha colega, para nos rirmos as duas, senão não há sanidade mental que aguente. Ai como eu amo pessoas... 

8 comentários:

  1. Este blog anda um bocadinho azedo.... :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida não é sempre doce anónimo. É normal que existam fases em que as pessoas estão mais irritadiças ou mais "azedas" e isso se reflita no que dizem/escrevem.

      Excluir
  2. Compreendo bem o que dizes. Há pessoas capazes de nos levar ao limite. Eu sorrio e aceno. Nem vale a pena dar importância.

    ResponderExcluir
  3. A espécie humana é a melhor e a mais diversificada no que diz respeito a estudos. Sem dúvida, que há "aves" raras e nem toda a gente consegue lidar com pessoas assim. Eu teria alguma dificuldade em lidar com pessoas mal educadas. Acho que respirar fundo e contar até 1000 seria insuficiente para me aguentar.

    ResponderExcluir
  4. Pareces eu. Irrita-me lidar com pessoas burras. E incompetentes. Mas burras -- omg.
    Vá, força, respira fundo. Um dia de cada vez. Ou um maluco de cada vez :P
    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderExcluir
  5. Para mim o pior são as que são burras e mal educadas/arrogantes. Aquelas que não percebem nada do que lhe estamos a dizer mas acham que são o supra sumo da inteligência. Porque a ignorância até tolero. Explico uma, duas ou três vezes, mas quando não entendem e ainda são mal educadas ou arrogantes então pára já o baile!
    https://jusajublog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Bem sei do que falas! Eu auditor chamadas de uma linha de apoio ao cliente e passo metade do meu dia a revirar os olhos com a quantidade de estupidez que vou ouvindo. Onde anda o bom senso?

    ResponderExcluir
  7. É por isto que, por vezes, as coisas me correm mal quando não consigo continuar calada (apesar de tentar! ahaha), enfim!

    Um beijinho,
    MESSY GAZING

    ResponderExcluir