sexta-feira, 27 de abril de 2018

Sempre fazendo a ressalva...

Já anteriormente sentia um pouco essa pressão, por ser mulher em idade de procriação e num relacionamento estável. Até cheguei a escrever sobre isso. Agora que estou a viver com o meu namorado então é que é mesmo uma pressão maior. Tenho que estar constantemente a fazer a ressalva de que não estou grávida. 

"Estás com uma barriguinha" - Sim, mas não estou grávida. Estou só mais gorda.
"As tuas mamas estão maiores!" - Sim, mas não estou grávida. Ver ponto acima.
"Estás com uma cara tão amarelada" - Sim, mas não estou grávida! Estou enjoada.
"Mas se estás enjoada... tu vê lá!" - Estou enjoada porque qualquer pessoa tem essa capacidade de enjoar (infelizmente), de se sentir mal disposta. Coisas da vida. Não estou grávida.
"Pareces tão cansada, andas com mais sono que o normal não andas?" - Sim, mas não estou grávida. Estou só mesmo cansada.

Se estiver mal disposta, com sono ou com má cara, vem sempre essa de que estou grávida. Nossa senhora dos bebés me proteja, que esta gente só pensa em crianças! Já chega as nossas paranóias de gaja que volta e meia acha que pode estar grávida porque se sente diferente de alguma forma, ainda vêm os outros sempre com essa conversa. Parece que não podemos simplesmente estar mais gordas, mais cansadas, com má cara, sei lá, que tem que ser porque estamos grávidas. Só pode. A resposta a qualquer maleita de qualquer mulher entre os 20 e os 30 é sempre essa. E é que não haveria mal nenhum se de facto estivesse grávida, o problema é precisamente o contrário. As pessoas à minha volta estão tão desejosas que eu tenha um bebé que só pensam nisso, atribuem uma gravidez a qualquer coisa que eu diga, sinta ou faça e criam expetativas infundadas, daí que tenha que estar sempre a fazer a ressalva de que não estou.  Quando chegar a altura, acho que estas pessoas todas vão desmaiar de tanta excitação. Calma gente!

7 comentários:

  1. Mas porque é que haverias de estar grávida?? As pessoas são parvas :/

    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderExcluir
  2. Não podia estar mais de acordo. É mesmo como dizes "Já chega as nossas paranóias de gaja que volta e meia acha que pode estar grávida" e ainda vem gente cheia de vontade que estejamos. Desde que emigrei que, felizmente, ninguém me chateia com isso! :D

    ResponderExcluir
  3. Essa conversa é tão irritante! Não têm noção do quanto chateiam com essas coisas...!

    ResponderExcluir
  4. As pessoas são odiosas com essas conversas, mas que nojo...

    ResponderExcluir
  5. Não é entre os 20 e os 30, prolonga-se bem depois dos 30 =P

    ResponderExcluir
  6. Cairão para o lado de tanta felicidade! Ahahah

    ResponderExcluir
  7. Opah, como eu te compreendo! Podes crer que depois quando estivermos realmente grávidas já mudam (alguns) de opinião e acham-se no direito de dar outras opiniões variadas. Bjs

    ResponderExcluir