terça-feira, 17 de abril de 2018

Dramas de uma dona de casa

Não sei como é que uma casa só com duas pessoas se suja tanto. Somos os dois limpinhos e asseados, guardamos as coisas no devido lugar quando acabamos de as usar, arrumamos a cozinha depois das refeições, não temos nada espalhado pela casa nem desorganizado... Não percebo. Não há motivo para ter a casa sempre cheia de pó e com necessidade de passar o aspirador de 2 em 2 dias. Nem sequer temos animais em casa. Está bem que passamos o dia todo em casa, na maioria dos dias, mas ainda assim. Limpo o pó e passado uns minutos já sei que lá está aquela camada quase imperceptível em cima dos móveis. E fomos espertos o suficiente para escolher móveis com uma cor que não se notasse logo o pó, como nos móveis pretos. Nem sequer temos as janelas abertas todo o dia ou todos os dias, que está um frio que não se pode. 

O pior é a cozinha, que acaba por ser o sítio mais usado e que mais se suja. Migalhas, gorduras, aqueles salpicos irritantes no fogão,etc. Mas limpamos todos os dias. As casas de banho também chateiam um bocado porque há sempre cabelos ou mini pelos colados aos azulejos ou à tijoleira. E as varandas? Só cabelos e pelos dos vizinhos, cotão. A tijoelira também não ajuda, fica toda manchada com qualquer poeira. Não vejo a hora de estar um tempinho mais apetecível para usar a mangueira e ter sempre as varandas lavadas sem morrer de hipotermia ou andar dentro e fora a ir buscar baldes de água. 
Sinto que precisava de passar o aspirador e o espanador todos os dias! Obviamente que não o faço porque também não sou louca para limpar a casa todos os dias, de cima a baixo, mas lá que me mete impressão ver a porcaria do cotão a formar-se na tijoleira.... Nem sei de onde é que aquela porcaria vem! 

Somos só dois e já é isto. Imagino um dia com filhos ou quem tem animais em casa.

7 comentários:

  1. É mal geral. No nosso caso não estamos em casa todo o dia, mas tenho uma cadela (embora ela também não fique em casa, saí comigo de manhã e só volta à noite o que é uma sorte). A cozinha é sempre limpa depois de jantar e passo aqueles paninhos de agarrar pêlo e pó TODA A SANTA NOITE no chão da casa TODA (que felizmente é pequena) Mas pois sim, no nosso caso são móveis pretos e brancos... Asneira 😐 e faço limpeza total todos os sábados... Segunda já está tudo sujo (aos meus olhos, claro...) mas sou um bocadinho maníaca das limpezas, confesso...

    ResponderExcluir
  2. Lá em casa acontece o mesmo. Também sem animais nem filhos. A cozinha então nem se fala. Mas uma pessoa tem que conseguir abstrair-se disso (mantendo o mínimo de cuidados, obviamente), senão vive escrava disso e também não é saudável.

    ResponderExcluir
  3. Eu acho que o pó reproduz-se sozinho. No início da minha vida em conjunto stressava imenso com isso: era impossível a casa estar sempre bem. Mas entretanto e com os filhos, comecei a descomplicar esta coisa das limpezas e da casa nunca estar impecável. Não temos animais (os peixes no aquário não contam!), mas temos dois filhos. E a casa dificilmente está arrumada. Por norma, eu arrumo, aguenta-se as coisas no sítio uma horita e passado esse tempo, alguém me põe tudo fora do sítio!

    ResponderExcluir
  4. Imagina eu, que vivo numa quinta e tenho dois gatos em casa...

    ResponderExcluir
  5. Com filhos aposto que a bagunça vira normalidade.

    JU VIBES | @itsjuvibes ❤

    ResponderExcluir
  6. Podia ter escrito isto! Somos os dois mas temos uma gata, o que ajuda um pouco à festa eheheh :P Ao início limpava todos os dias, depois percebi que não tinha vida para isso e agora, apesar de me continuar a fazer imensa confusão, já vivo mais tranquila com a situação ;)

    ResponderExcluir
  7. Sou obcecada com esse problema. Irrita-me MUITO. Dizem-me frequentemente que sou maluquinha com as limpezas. Nem deixo ninguém andar com calçado da rua cá em casa...

    ResponderExcluir