terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Coerência

Recebi um formulário de pedido de informação, no trabalho, com indicação de nome, morada, código postal e outras informações pessoais da pessoa que quer as informações. Depois no campo do contacto telefónico, a pessoa inventou um número falso e diz, no corpo da mensagem, que o número é falso pois não achou seguro partilhar informação pessoal na internet. Ir a casa dele enchê-lo de porrada ou roubá-lo, tudo bem, agora ligar a toda a hora, isso é que não. Prioridades.

Da mesma forma, saiu no início do ano um artigo num jornal regional com o bebé do ano aqui da zona. Há fotos com os pais, fotos do bebé, enfim. Depois os pais publicam fotos do bebé no facebook mas tapam a cara. Migos, toda a gente já viu o bebé! 

Juro que não entendo estas pessoas. É falta de coerência, falta de consistência ou falta de noção só?
Acho ótimo que as pessoas tenham este cuidado com a sua privacidade e segurança. Acho ótimo que não se publiquem fotos de crianças pequenas se os pais assim consideram melhor. Mas sejam coerentes. E, acima de tudo, tenham cuidado com as informações e dados pessoais que partilham, não só na internet.

6 comentários:

  1. Isso do número de telemóvel é porque depois as empresas são chatas como tudo e passam a vida a ligar com publicidades e merdas... mas sim tens razão!

    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei, mas não faz sentido. Prefere dizer onde mora, com risco de ser assaltado (p.e.), do que dar o nr de telemóvel e alguém lhe ligar com telemarketing (pode sempre bloquear os nrs)? A ideia faz algum sentido mas é mal concretizada :p

      Excluir
  2. São situações wtf, realmente. Acho que as pessoas não têm noção.

    ResponderExcluir
  3. Essas dos bebés no FB... enfim! às vezes nem se vê mais nada na foto além de smiles na cara das crianças... qual é o objetivo da foto então? Se não é pra ser ver então nem se dêem ao trabalho de fazer upload...

    ResponderExcluir