quarta-feira, 13 de setembro de 2017

There is no such thing as too many books | Sensibilidade e bom senso by Jane Austen


Comprei este livro porque adoro a autora e porque adorei a capa :) Achei bem bonitinho, embora tenha preferência por livros maiorzinhos (este parece um livro de bolso, é mesmo pequeno).

Sinopse: "Sensibilidade e Bom Senso, o primeiro livro de Jane Austen, publicado em 1811, conta a alegre e satírica história de duas irmãs: a  instintiva e apaixonada Marianne e a sensata e mundana Elinor.
Embora o coração impaciente de Marianne a deixe vulnerável aos males de amor, as qualidades opostas de Elinor também não a protegem dos problemas emocionais.

Sensibilidade e Bom Senso é um retrato psicológico e social da pequena-burguesia do século XVIII"

Janeu Austen tem sempre estas histórias bonitinhas de amores e desamores, romances que nos apaixonam do início ao fim. Gostei deste livro, embora tenha achado que se demorou demasiado em partes que não eram assim tão importantes e fosse muito mais célere na parte do desfecho. A história tenta mostrar que, sejamos nós impulsivos e apaixonados ou ponderados e contidos, todos acabamos por sofrer por amor. Ambas sofrem por amor, ambas acabam por atingir a felicidade, por isso penso que a moral da história é seguirmos o nosso coração pois, sendo ponderados ou impulsivos, acabaremos sempre por sofrer. 
Não há nenhuma personagem que se destaque particularmente, para mim. Senti que faltou intensidade e um maior aprofundamento das personagens principais pois, muito embora se consiga criar empatia, não se conhece verdadeiramente a essência de cada uma delas. Gostava que o final não tivesse sido tão "a despachar" e que se tivesse demorado mais na resolução das histórias de cada um. 

Estes livros são muito bem escritos do ponto de vista da crítica, do retrato da sociedade da altura, mas os temas acabam por ser sempre os mesmos: meninas em idade de casar, os seus amores e desamores, as suas ambições de fazerem bons casamentos e de terem uma catrefada de filhos e pronto, é isto. Gostava de ler um livro da Jane Austen em que a protagonista fosse uma mulher que desafiasse as regras e quisesse ter um trabalho em vez de ambicionar casar e ser dona de casa, por exemplo :) Apesar de gostar muito da autora e dos livros dela, os temas são parecidos e acaba por se tornar "mais do mesmo". Mas recomendo este livro que, apesar de tudo, tem um tom muito otimista e alegre, sem grandes dramas.

8 comentários:

  1. Quero tanto ler esse livro :o Adoro Jane Austen❤

    ResponderExcluir
  2. Jane Austen é dos melhores escritores britânicos de sempre. Há teses de mestrado e doutoramento sobre ela e a sua obra, em universidades de todo o mundo. Achas fraquinho?
    Marta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca disse que o livro era fraquinho, apenas que achei que desenrolou muito lentamente na parte "do meio" e despachou tudo para o final. É um bom livro, nem discuti pormenores mais "técnicos" porque nem sei fazê-lo. Dou as minhas opiniões baseada no que me fez sentir a história, se gostei ou não. Não discuto a capacidade de escrita da autora, que admiro. Mas acho que devemos ter em mente que não é por um autor ser aclamado que tudo o que escreve é bom ou todos têm que gostar do mesmo :) Não lhe retiro o mérito, apenas gostei mais de outros livros dela do que este.

      Excluir
  3. Não conhecia o livro, mas fiquei com vontade de ler :)

    ResponderExcluir
  4. Fiquei curiosa :P em relação aos temas dela, a época assim o ditava...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei! Mas gostava de ler um livro dela sobre uma mulher empoderada, mais próximo do que temos agora, a ver o que ela tinha a dizer sobre o assunto :)

      Excluir
  5. Eu já li e confesso que gostei imenso. Mas percebo o que dizes, de parecer tudo em cima do joelho no final. Também não sei se me estou a explicar bem, mas acho que entendes x)

    THE PINK ELEPHANT SHOE // GANHA UMA BEAUTY BOX!

    ResponderExcluir
  6. Já ouvi maravilhas sobre a autora mas ainda não li nenhum livro.

    ResponderExcluir