quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Coisas estranhas da minha vida

De sexta para sábado, estava a dormir quando sou acordada pelo meu telemóvel a tocar. Era meia noite em ponto e estavam a ligar-me de um número desconhecido. Com o sono, desliguei pois pensei que fosse engano. Quinze minutos depois, voltam a ligar. Atendi preocupada, disse "Estou" e desligaram. Logo de seguida voltam a ligar, voltei a atender e perguntei quem falava. A pessoa do outro lado era um homem, com voz grossa e rude. Perguntou-me quem falava,  mas obviamente não ia dizer o meu nome. Voltei a insistir que não sabia quem me estava a ligar e perguntei quem era. Disseram "Devo ter o número errado. Ou não". What? Gente louca. Disse que sim, que era o número errado de certeza porque eu não fazia ideia de quem estava a falar e não tinha esse número gravado. Desliguei. Já sabia que me iam ligar de novo, por isso bloqueei o número e não pensei mais nisso. 
Domingo à noite recebo mensagens desse número. A pedir para eu o deixar falar "comigo", que está na rua por minha causa, que está farto do que tinha e quer estar "comigo", para eu atender por favor. Vou ver os registos de chamadas e tinha-me tentado ligar nesse dia várias vezes. Já me estava a passar. Já lhe tinha dito que este número estava errado. Mandei mensagem a dizer que tinha o número errado e que agradecia que parasse de me ligar e de me mandar mensagens porque não o conheço de lado nenhum nem tenho este número guardado. Marquei o número como spam. 

Não faço ideia de quem seja esta pessoa mas, se for real, alguém lhe deu o número errado e o homem está desesperado. Chato, sempre a ligar, a insistir. Deve pensar que é o número correto e eu é que estou a fingir que não o conheço mas já falamos, não ia reconhecer logo pela voz que era a pessoa errada? Deve ser treta, alguém a gozar comigo. Se for, não percebo a piada destas brincadeiras. A sério, quem é que se lembra destas coisas? Seja como for, é incómodo. Uma pessoa sempre a insistir para falar, a ligar, a mandar mensagens... Coisa chata! E é que não faço mesmo ideia de quem seja.


6 comentários:

  1. É tão parvo. Já me aconteceu algo semelhante e o homem não largava o osso. Ameacei de que se não parasse ia à polícia apresentar queixa (nem sei se dá), mas funcionou. Nunca mais me chateou.
    Já me aconteceu uma cena engraçada à conta dos 96/92 havia uma pessoa com o número exatamente igual ao meu, só que em vez de 96 (o meu) era 92. A senhora pensou que eu era amante do marido por estar a atender o telefone dele. Lá se resolver quando lhe disse o meu número.

    ResponderExcluir
  2. Estranho e muito incómodo mesmo!
    https://jusajublog.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Vê neste site, se consegues ver de quem é o número:
    https://sync.me/

    ResponderExcluir
  4. Já me aconteceu semelhante, com um número de Angola. O senhor insistia que lhe tinham dado o meu número e que era "comigo" que precisava de falar. Sinceramente já nem te sei dizer qual era o assunto, mas ele insistiu durante uns quantos dias (ou semanas, mesmo que não ligasse todos os dias). Volta e meia lá ligava...

    ResponderExcluir