domingo, 11 de junho de 2017

Não dormem nem deixam dormir

Acredito que, num mundo justo, haverá um cantinho no inferno para pessoas que não conseguem dormir nem deixam dormir os outros. Aquelas pessoas que, por não conseguirem dormir, passam a noite às voltas na cama, não deixando que o outro tenha uma noite descansada. Aquelas pessoas que, ainda assim, em vez de levantarem o cu da cama e irem para o sofá ou whatever para deixarem o outro dormir, ficam na cama a bufar. Aquelas pessoas que acabam por se levantar às 5h da manhã e andam pela casa a fazer barulho. Ou escolhem todo o tipo de atividades mais barulhentas que se pode fazer dentro de casa. Aquelas pessoas que têm que acordar cedo para o trabalho e, como elas têm que estar a pé, os outros também não podem dormir, por isso batem com as portas, falam alto, põem a tv em altos berros... Aquelas pessoas que vão mesmo acordar os outros porque "está um dia lindo e eu já estou a pé desde as 6h... São 8h, levanta-te e vamos fazer coisas do nosso dia!". Resumidamente, quero acreditar que há um cantinho no céu para mim, que vivo com três exemplares desta espécie, que nem ao fim de semana me deixam descansar. 

Ontem a minha mãe decidiu levantar-se às 6h porque já não dormia, então foi pôr uma máquina de roupa a lavar. O meu irmão saiu para o trabalho às 7h, por isso ligou o secador de cabelo antes de sair. O meu pai teve que o ir levar, por isso refilou que não se queria pôr a pé. E eu fui obrigada a acordar com isto tudo, às7h. Hoje foi às 8h, vá lá. A querida da minha mãezinha acordou cedo porque não dorme de noite, já passou um monte de roupa a ferro e depois decidiu que seria boa ideia ligar a máquina de costura para fazer uns arranjos numas peças de roupa, coisa que disse que ia fazer ontem de tarde. Mas, como é óbvio, a melhor hora para ligar uma máquina de costura é às 8h de um Domingo. Não vejo a hora de ter a minha própria casa!

5 comentários:

  1. Sei bem o que isso é porque quando vivia com os meus pais era exactamente assim.

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderExcluir
  2. Felizmente nunca passei por isso. Quando morava com os meus pais eles por acaso nunca me incomodaram muito, nem eu a eles. A minha mãe levanta-se 8h30/9h e normalmente não fazia logo muito barulho. Hoje em dia tanto eu como o meu namorado tentamos não incomodar o outro quando nos levantamos cedo. Muitas das vezes eu tenho que acordar às 6h15 e tento fazer o menor barulho possível. Se bem que acabo por ter que o acordar visto que ele me leva ao trabalho... Ainda assim, mesmo ao fim-de-semana, não gosto de fazer barulho antes das 9h e só meto máquinas a lavar quando estamos os dois a pé, visto que sei que ele odeia acordar com esses barulhos.

    Vais ver que não falta muito para ires para a tua casa ;)

    ResponderExcluir
  3. Eu sofria muito com isso na casa dos meus pais, felizmente já vai fazer quatro anos que saí de casa :p

    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderExcluir
  4. Juntamos os 3 com a minha mãe e está lindo! Felizmente, depois de eu sair de casa (quando fui para a faculdade, não por ser independente), ela passou a respeitar mais a minha decisão de dormir, porque via que eu ficava até tarde a trabalhar... Mas de resto... Esquece! Uma vez, em pleno Verão, ela acordou-me às 6h da manhã e disse "vai lavar o quintal, antes que fique calor". Oi? São 6h da manhã, estou de férias. Não podia fazer isso ao fim do dia?? Pois, não. Se ela tem certos horários, eu tenho de ter os mesmos -.- God!

    ResponderExcluir
  5. Em casa dos meus pais não tinha esse problema, até porque dormia no primeiro andar e os barulhinhos no r/c não me incomodavam. No entanto, há sempre inconvenientes de viver com os pais e vivo muito mais descansada e sossegada desde que saí de casa deles.

    ResponderExcluir