segunda-feira, 3 de abril de 2017

Um mês em filmes | Janeiro, Fevereiro e Março

Na teoria, a ideia seria ver um filme por semana, pelo menos. Na prática, contam-se dois filmes em Janeiro, dois em Fevereiro e três em Março, por isso juntei todos para fazer um apanhado destes três primeiros meses.



Bad moms (6.2 no imdb) - Um filme sobre mães demasiado cansadas e pouco apreciadas que se revoltam contra o conceito de mãe perfeita. É um filmezinho daqueles bem levezinhos, de sábado à tarde. Para ser visto em família ou num serão despreocupado. É engraçado qb, nada de excecional, mas dá para passar bem o tempo. Gostei de ver.


Bridget Jones's baby  (6.7 no imdb) - Não há muito para dizer sobre este filme pois ,quem viu os anteriores filmes de Bridget Jones, já sabe do que se trata. Eu não sou fã destes filmes nem vi de início ao fim os outros dela, mas fiquei curiosa com este e decidi ver num final de dia, antes de ir dormir. Não sendo uma obra prima do cinema, entretém minimamente. Entra o Patrick Dempsey, que já é meio caminho andado para ter vontade de ver o filme :) Achei bastante penoso ter que ver aquela cara estranha da Renée Zellweger durante todo o filme e confesso que tal foi bastante distrativo do filme em si. Realmente há pessoas que não sabem o que fazer ao dinheiro, nem sabem envelhecer. Credo. 

Scarface  (8.3 no imdb) - Este tipo de filmes só vejo por influência do meu namorado, senão acho que nunca escolhia filmes assim. Gostei  mas não achei que fosse uma história por aí além. Um imigrante cubano que faz de tudo para subir na vida, entra nos negócios da droga e sucumbe à ganância. Nada de novo, nada de extraordinário. Vale pela performance do Al Pacino. O filme é bom, sim, mas não é o meu género. E já é de 1983, velhinho, sem grandes produções como agora vemos. 

Fargo (8.1 no imdb) - Vimos porque o meu namorado também anda a ver a série e queria ver o filme, mas deste já gostei mais. Um rapto encomendado que dá para o torto. É só mortes, só sangue, só coisas assim despropositadas com matança a torto e a direito. É bom, gostei. 

Moonlight  (7.7 no imdb) - Têm que me perdoar as alminhas que percebem muito disto do cinema e dos filmes e das performances, mas eu vi e não percebi porque é que este filme ganhou o óscar de melhor filme. Por muito que eu goste do Mahershala Ali, que gosto, também não percebi como foi sacar o óscar de melhor ator secundário entrando em 20 minutos de filme. Não é que não tenha gostado, mas achei que havia partes até um bocadinho chatas, uma vez que não há um climax na história. É bastante linear. A história da infância, adolescência e adultez de um negro que vive num bairro problemático de Miami. Já vi filmes dentro desta linha mas em bom. Ficou muito aquém das expetativas que eu tinha e nem recomendo a perderem tempo com ele, sinceramente.



Hidden Figures (7.9 no imdb) - Ora aqui está um filme digno de ser nomeado para os Óscars. Interpretações excelentes de todas as personagens femininas principais, nem consigo escolher uma só como a melhor. Adoro histórias de mulheres que se fazem notar, que acreditam e lutam para ser o que querem e não o que lhes impõem. Gostei mesmo do filme; foi o meu preferido de todos estes. Aconselho muito a verem. E aqui, o Mahershala Ali já teve direito a maior tempo de antena ;)

Fences  (7.3 no imdb) - Outro melhor do que Moonlight. E a incrível Viola Davis, que eu adoro, como esteve irrepreensível naquele papel! Adoro esta mulher, que furacão, que incrível. Uma história igual a muitas outras, crua, real, mas muito bem retratada. Adorei o paralelismo de Fences com as barreiras que existiam na vida daquelas pessoas, um título muito bem escolhido. Gostei tanto! 

7 comentários:

  1. Dessa lista falta-me ver: Scarface, Fargo e Fences :D

    ResponderExcluir
  2. Boas escolhas de filmes.


    Ms. Telita | Telita LifeStyleFacebookinstagramTwitterbloglovin'

    • passatempo no blog: giveaway


    ResponderExcluir
  3. Quero ver Bad Moms, Hidden Figures e Fences :)

    ResponderExcluir
  4. Até que enfim alguém que concorda comigo sobre o moonlight.
    É tão chato tão chato mas tão chato!
    Acho que infelizmente ganhou Oscar pelas polêmicas que envolvem a indústria e os actores e produções Agro americanas. Que já acho ridículo também, porque já está mais do que provado que actores afro são ótimos e podem chegar tão longe como se fossem brancos, amarelos ou azuis

    ResponderExcluir
  5. Vi o primeiro e o segundo mas o da bridget Jones foi o que mais gostei 😊

    ResponderExcluir
  6. Ainda não vi nenhuma das tuas escolhas querida, tenho de pôr os filmes em dia!

    THE PINK ELEPHANT SHOE // INSTAGRAM //

    ResponderExcluir