quarta-feira, 12 de abril de 2017

There is no such thing as too many books | A contadora de Historias by Jodi Picoult


Notei, ao fazer um post sobre os meus livros preferidos, que nunca cheguei a fazer review deste livro nem sequer a publicar uma foto dele no instagram. Não sei o que se sucedeu, visto que quando o li fiquei mesmo rendida, mas parece que passou ao lado das minhas redes sociais. Aqui fica então a resenha, para colmatar a minha falha. 

Sinopse (wook): Sage Singer é padeira de profissão. Trabalha de noite, a preparar o pão e os bolos para o dia seguinte, tentando fugir a uma realidade de solidão, a más memórias e à sombra da morte da mãe. Quando Josef Weber, um velhote que faz parte do grupo de apoio de Sage, começa a passar pela padaria, os dois forjam uma amizade improvável. Apesar das diferenças, vêem um no outro as cicatrizes que mais ninguém consegue ver.

Tudo muda no dia em que Josef confessa um segredo vergonhoso há muito escondido e pede a Sage um favor extraordinário. Se ela disser que sim, irá enfrentar não só as repercussões morais do seu ato, como também potenciais repercussões legais. Agora que a integridade do amigo mais chegado que alguma vez teve está envolta numa névoa, Sage começa a questionar os seus pressupostos e as expectativas em torno da sua vida e da sua família. Um romance profundamente honesto, em que Jodi Picoult explora graciosamente até onde podemos ir para impedir que o passado dite o nosso futuro.

Não há muito para dizer se pensarmos que é um livro da Jodi Picoult. Quem já leu alguma coisa dela, sabe o que esperar. E depois, com esta sinopse, fica difícil acrescentar alguma coisa significativa sem estragar o mistério. É uma história diferente, original, bastante emotiva. Bem escrito, fluído, como sempre. Tal como em "Tempo de partir", este livro tem um final completamente inesperado, que me surpreendeu bastante. É daqueles livros que acabamos e ficamos ali uns tempos a pensar naquilo. Gostei mesmo muito! Está mais do que recomendado.

5 comentários:

  1. O livro parece optimo e ja fiquei com curiosidade :D
    Obrigada por partilhares!
    Beijinho

    https://thathappymess.com/

    ResponderExcluir
  2. Foi um dos livros dela que mais gostei. Li em inícios de 2016 e adorei. Gosto imenso dela.

    ResponderExcluir
  3. Deixaste-me super curiosa. Nunca li nada da autora :)

    THE PINK ELEPHANT SHOE // INSTAGRAM //

    ResponderExcluir