sexta-feira, 28 de abril de 2017

Depilação a laser: toda a verdade

Iniciei recentemente esta empreitada que é a depilação a laser, para ver se fico com a pele lisinha como o rabinho de um bebé. Farta, fartinha que estou de todos os dias andar de pinça em riste a tirar pêlos faciais e de passar horas com depiladoras elétricas que me puxam os pêlos e a alma, decidi investir, finalmente, numa solução mais permanente. Não vou ao engano, bem sei que nada é para sempre, mas vivo perfeitamente com a possibilidade de ter que fazer uma ou outra sessão de manutenção quando for necessário. Eu quero é ver-me livre dos pêlos e do suplício que é perder tempo a depilar e ter mil constrangimentos na hora de mostrar as carnes.

Encontrei um sítio de confiança, com bons preços e com garantia de que, se não vir resultados, me devolvem o dinheiro. Falei com outras pessoas antes e com as pessoas do centro de estética em si e tenho plena confiança nelas. Não estão com falinhas mansas, puseram-me logo a par da realidade e do número de sessões que podem ser necessárias, etc. Não estão ali para enganar ninguém e é disso que eu gosto. Melhora ainda mais pelo facto de ser por baixo de minha casa. Sendo assim, não tinha como não investir. Marquei sessão e lá fui eu.

Já tinha ouvido que doía, mas achei que era mariquice dos outros. Aliás, cheguei à primeira sessão com livrinho na mão para ler e a menina disse-me logo "Não me parece que vás conseguir concentrar-te mas podes tentar". Começou a dizer que, se sentisse que era demais, podíamos parar a qualquer altura para descansar a pele e depois recomeçar. Achei cuidados a mais, exagero dela. Começou pelo rosto, nada de dor. Até me gabei logo de não ser nada mariquinhas nestas coisas, que até sou tolerante à dor e mimimi. Começa a aproximar-se de uma zona com pêlo mais grosso e eu comecei a ver que, afinal, aquilo tinha potencial para instrumento de tortura.
Mas o pior, minhas amigas, o pior é na zona das virilhas e pipi, em geral. E as axilas, meu Deus, as axilas! Passou logo às zonas mais dolorosas para acabar com o sofrimento e eu juro que questionei a minha capacidade de levar aquilo avante. Já pensava cá para mim "Corpo TODO? Esquece lá isso! Se aqui dói assim...". Mas é como em tudo na vida, tenho sempre um motto que me ajuda a ultrapassar estes momentos difíceis e que nunca se adequou tanto: Aceita que dói menos. Foi o que fiz, sofri e calei. Na zona interior da coxa dói menos que nas virilhas mas os espasmos eram tantos que até tive vergonha, estava sempre a pedir desculpa pelos movimentos involuntários. E o cheirinho a carne de porco queimada que sai da pessoa? Um mimo. 

Não sou daquelas que adora contar histórias más para assustar as outras. Não tenho qualquer prazer em meter medo ou exagerar as coisas para parecer pior. Mas dói. Claro que tudo depende do vosso nível de tolerância à dor e, essencialmente, dos vossos pêlos. Pouco pêlo e pêlo fininho dói muito menos. Fiz zonas em que nem sentia nada, era bem tranquilo, mas outras em que parecia que me estavam a queimar viva. Tenho pêlo grosso e, pior ainda, tenho imensos pêlos encravados, o que não ajuda nada. 

Obviamente, sendo a primeira sessão, não vou ver resultados nenhuns para já. Pelo contrário, como tenho muitos pêlos encravados e o laser os puxa, tenho zonas em que parece que nem fiz depilação, com pêlos pretos e grossos bem puxados para fora, como pontos negros. A técnica disse logo que neste primeiro contacto até posso sentir que tenho mais pêlo que o normal, porque esteve a puxar os que estavam encravados. Mas, enfim, era isto que vos queria dizer.
Tenho a certeza que, de facto, não é para qualquer um. O que uma pessoa faz para ser bela. A minha mãe sempre me disse "Quem quer ser bonita, sofre!" e tal nunca de adequou tanto à minha vida como naquele momento horrível em que tinha uma desconhecida a deixar-me o pipi em chamas. E com esta imagem bonita me retiro. Esperem notícias dos próximos episódios desta saga.

19 comentários:

  1. Pode ser que as próximas sessões não sejam tão dolorosas! Credo, eu ando com alguma vontade, mas o medo é mais que muito!

    THE PINK ELEPHANT SHOE // INSTAGRAM //

    ResponderExcluir
  2. Fogo, foste mesmo resiliente :| Já fiz, várias vezes, depilação a cera e desisti porque não me habituava àquilo por nada (e ficava toda vermelha e com pêlos encravados).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu pensamento foi "Ou isto umas quantas vezes até estar resolvido, ou sofrimento com cera e depiladoras toda a vida!". Elas disseram-me que só custam as primeiras 3, depois o pêlo começa mesmo a enfraquecer muito ou até a já nem existir em certas zonas, por isso começa a ficar mais tranquilo. Mal posso esperar por esses dias! :)

      Excluir
  3. Também comecei a fazer depilação a laser. Doeu,doeu muito e pior apanhei uma técnica nada cuidadosa e que me queimou no pipi. Fiz 4 sessões e sinceramente não vi resultados nenhuns. A única diferença que vi foi quando voltei a fazer a cera, há zonas que tenho menos pêlo, tirando isso nada mais.

    Beijinhos
    Catarina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Catarina, os resultados não ocorrem do dia para a noite. Já fui avisada que há precisarei, no mínimo, de 8 sessões. E, ainda assim, há zonas que podem precisar de mais. Sinceramente não me importo de esperar. Claro que queria resultados imediatos, como toda a gente, mas estou disposta a levar isto até ao fim para ter os resultados pretendidos.

      Já fiz depilação a laser no rosto durante uns meses. Nem sei que raio era aquilo, penso que era fotodepilação. Fiz umas 10 sessões e não resultou. Depende muito do método também! Há por aí muitas clínicas que apregoam depilação definitiva e é tudo treta. Há que dar tempo ao tempo e escolher bem os métodos e os profissionais. E, claro, não esperar que exista mesmo essa coisa de definitivo! É preciso entender que depois podem ser necessárias sessões de manutenção esporádicas e que há pêlos, por serem demasiado finos, que vão lá permanecer se não forem feitas mesmo muitas sessões!

      Excluir
  4. RESULTA! Deixei de ter pêlos nas axilas há anos. Fiz na Clínica do Pêlo.


    Ms. Telita | Telita LifeStyleFacebookinstagram

    receitas no blog

    ResponderExcluir
  5. Hello dear,
    You have really nice blog!
    Would you like to follow each other on GFC? Let me know, please.
    Xoxo,
    https://lifella2.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Humm eu tenho pelos pretos, grossos e também incravados e desde a primeira sessão que vi resultados. E com laser Alexandrite ou de iodo isso de se ver mais pelos é completamente impossível.
    Se doi? Muito. Mas vê se de facto não estás a gastar dinheiro em tratamentos que não te vão ajudar assim tanto.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é ter mais pêlos depois da sessão do que tenho normalmente. O que me explicaram foi o seguinte: como tenho muitos pêlos encravados, o laser ao passar naquela zona puxa o pêlo que está subcutâneo, logo pode parecer-me que tenho mais quando, na realidade, são os mesmos só que agora visíveis. Faz sentido.

      Como durante o tratamento só se pode usar lâmina para ir cortando o pêlo que cresce, o facto de o pêlo ainda pequeno "picar" também pode dar a sensação de que se tem muito mais pêlo, já que o sentimos mais. Mas já se passaram 2 semanas desde a primeira sessão e não parece que tenho mais pêlo, pelo contrário. Até estou surpreendida pela positiva, já que penso que o pêlo está a crescer mais lentamente.

      Excluir
  7. Eu fiz nas pernas à uns anos...foi o melhor que podia ter feito!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
  8. Estou a fazer nas axilas! Na minha primeira sessão fiz tanta força com as mãos que fiquei dorida como se tivesse andado a levantar pesos! O cheiro é super intenso e desconfortável. Esta semana fiz a minha segunda sessão e já não custou assim tanto ;)
    Acho que a dor para além de variar de pessoa para pessoa também varia consoante o laser. Dizem que o Alexandrite dói menos que o Díodo. Eu como só tenho conhecimento do Díodo posso dizer que dói bastante, mas se valer a pena uma pessoa aguenta!!!

    https://jusajublog.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  9. Eu já fiz há 2 anos e doeu sempre igual, a dor nunca melhora infelizmente e o pior é mesmo quando temos a pele bronzeada! Mas foi um bom investimento e do qual não me arrependo, aliás sou graças que a dor tenha valido a pena :D

    ResponderExcluir
  10. A minha experiência com o laser não foi nada boa! Fiz 7 sessões nas zonas habituais e duas no dito pipi. As primeiras doeram, mas aguentei. E os resultados foram bons. A partir da 4ª sessão, nada de resultados, facto que me levou a reclamar. Creio que estavam a utilizar uma potência mt baixa para prolongar o n.º de sessões. Resultado: na penúltima sessão (corpo todo) quase n aguentava. N parava de me mexer. Doeu horrores! Tive sorte que a técnica era super calma e tranquilizava-me imenso. Foi compreensiva. Mas a questão é que, feitas as 7 sessões, ainda tenho pelos em todas as zonas. A zona que ficou melhor foi a virilha externa. Talvez por os pêlos serem mais grossos e pretos. Nas coxas, por incrível que pareça, tenho MAIS pêlos!

    Fiz na Clínica do Pêlo.
    Caso conheças uma opção melhor na Zona Norte do País, agradecia que me comunicasses uma vez que pretendo continuar o tratamento após o Verão, mas quero ver resultados a sério.

    ResponderExcluir
  11. Pipi em chamas, pahahah! Well, eu não tenho esse espírito de sacrifício, nem resistência à dor. Não sou masoquista :P Nem com a cera me entendo. Já me conformei que vou ter que me resignar aos cremes depilatórios toda a vida.

    ResponderExcluir
  12. Eu estou a fazer fotodepilação e o técnico é super cuidadoso. Realmente virilhas e pipi não é agradável mas sinto apenas um ligeiro incómodo, nada de espectacular. Espero que estejam a ter todos os cuidados necessários contigo.

    ResponderExcluir
  13. O meu pai dizia o mesmo!! Sofrer para bela parecer!! :P Eu ainda só fiz no buço e nas axilas (por kind of necessidade, por isso não quis usar o dinheiro da minha mãe para virilhas e pernas - farei mais tarde). Dói-me um bocadinho às vezes, mas são zonas pequenas, em menos de nada está feito... Nem quero imaginar o que me espera daqui a uns tempos xD Mas força, vai valer a pena!! :)

    ResponderExcluir
  14. Ainda não investi no laser mas já tenho ponderado em fazê-lo nas pernas... é que sou super peluda. Por enquanto faço buço, virilha total, bracos e pernas a cera e já dói ☺

    ResponderExcluir
  15. Adorava fazer, mas tenho mesmo medo!


    www.omundodapaulinha.com

    ResponderExcluir
  16. Comecei a fazer laser alexandrite há uns 3 anos, fiz umas três sessões nas pernas e neste momento tenho meia dúzia e tão finos que arranco com a unha. Virilhas mal os vejo. Axilas (umas sete sessões) e glúteos (duas sessões) mais meia dúzia. Tinha imensos no queixo e pescoço, desapareceram. No buço é onde ainda tenho alguns, mas mal se compara, tenho cerca de 1/4 dos que tinha quando comecei. E sim, há zonas que doem como o raio, mas vale muito a pena. Eu sou a miúda que começou a fazer depilação com cera aos ONZE anos, super peluda e complexada com isso. Tempos idos! Vale cada cêntimo. :D

    ResponderExcluir