domingo, 5 de março de 2017

Perdi, este fim de semana, uma pessoa muito importante na minha vida. Infelizmente já estávamos à espera da má notícia, mas é daquelas coisas que não queremos acreditar até que somos obrigados a enfrentar a realidade. Escusado será dizer que este é um dos momentos mais tristes da minha vida, como qualquer outro onde fui obrigada a dizer adeus a uma parte muito importante de mim, a alguém que conheci e amei toda a minha vida. Estes dias são sempre de luto, de dor, passados entre família, velando a vida que acaba. Mas, enfim, a vida continua sempre para quem fica e acredito que a melhor forma de viver o luto é seguir com ela, continuarmos a fazer as coisas que gostamos, continuarmos a ser felizes e, acima de tudo, a relembrar as coisas boas e os momentos felizes com a pessoa que parte. Tenho imensas memórias dessas e é nisso que me foco. A vida continua, mais pobre é certo, mas continua. E a programação do estaminé também. Só queria fazer este apontamento, não sei bem porquê. Talvez para que fique registado, não sei. Enfim, está dito.