sexta-feira, 10 de março de 2017

Os supostos melhores anos das nossas vidas

Toda a gente diz que os melhores anos das nossas vidas são os de faculdade. Não sei se é esta mania de ser do contra, mas eu não sei se será verdade.

Olho para trás, para os meus tempos de faculdade, e nem um único arrependimento ficou. Vivi tudo o que tinha para viver. Fui às aulas, faltei às aulas, fiz trabalhos antes do tempo, fiz trabalhos em cima da hora, estudei muito, estudei assim-assim, zanguei-me muitas vezes em trabalhos de grupo, reprovei em alguns exames, passei a outros tantos logo à primeira, fiz as cadeiras todas e concluí os estudos no prazo estipulado.  Conheci muitas pessoas novas, fiz grandes amizades, passeei, saí, estive no pátio mais horas do que devia, fui à praxe do primeiro ao último dia de aulas da minha vida (e depois disso, tantas outras vezes também)... Morei dois anos com duas pessoas de cidades diferentes (e diferentes da minha), fiz jantaradas na minha casa, fui a outras noutras casas, fiquei acordada até às tantas tendo aulas no dia seguinte, fui de direta a algumas... Fui acolhida por muita gente e acolhi outras tantas, senti que a faculdade era a minha segunda casa durante aqueles cinco anos. Aprendi muito! 

Sei que foram cinco anos de imensas vivências importantes e de muitas aprendizagens. Cresci muito nos anos que passei na faculdade, muito pelo amadurecimento natural das diferentes idades, mas também pelas experiências que tive a felicidade de viver. Às vezes, olho para trás com nostalgia, por saber que eram tempos, em certos aspetos, mais fáceis, mais leves. Mas se tenho saudades? Não.  Há tanta coisa má que se passou também! Talvez quem defende que a faculdade são os melhores anos da nossa vida tenha pensado apenas nas coisas boas, nas memórias felizes, esquecendo tudo o  resto que nos consome. A pressão, as desilusões, a falta de tempo (e de dinheiro, muitas vezes), as saudades de casa e do que nos é familiar, os sacrifícios... 
Ainda não senti aquela vontade de voltar atrás no tempo e viver tudo outra vez. Como em tudo na minha vida, o meu caminho será sempre para a frente, nunca quis voltar atrás e viver certas fases, como vejo muitas pessoas desejar. Nem entendo quem quer prolongar, a todo o custo, a vida universitária. É algo que se vive intensamente uma vez e não volta, mesmo que voltemos a estudar mais tarde. 

Não tenho saudades da faculdade que um dia foi a minha segunda casa, nem sequer dos tempos de faculdade e muito menos das pessoas da faculdade. Os amigos mantenho-os por perto, sem necessidade de voltar atrás, e os outros não eram nem nunca foram essenciais à minha vida. Pelo contrário, adoro não sentir absolutamente nada em relação às outras pessoas que um dia foram parte do meu dia a dia porque significa que os deixei ficar numa parte da minha vida que foi bem vivida, que está bem resolvida e que não pretendo recuperar. 

Posto isto, não sei se aqueles cinco anos foram os melhores anos da minha vida porque ainda tenho muito pela frente. Foram anos felizes, sem qualquer dúvida, mas acredito que há ainda muitos dias mais felizes por vir!

12 comentários:

  1. Quando andava na faculdade também achava isso, mas agora realmente percebo o que queriam dizer... não é que os anos seguintes não sejam bons, adoro a minha vida, mas as responsabilidades quadriplicam =p

    ResponderExcluir
  2. Hi dear! You have a fantastic blog:) I really love it!!!
    Thanks for your comment, I'm following you too!
    HAPPY WEEKEND
    xoxo
    http://stylishpatterns.blogspot.com.es/

    ResponderExcluir
  3. São anos de crescimento e de aprendizagem, com bons e maus momentos como referiste. Tempos inesquecíveis! Beijinhos*

    ResponderExcluir
  4. Ainda és muito nova e deixaste a faculdade há pouco tempo, não tiveste tempo de sentir saudades. Daqui a uns anos poderás ter outra opinião.
    Desculpa tratar-te por tu, espero que não te importes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ora essa, não tem qualquer problema! :)
      É verdade. Visto por esse prisma, é claro que ainda não deu muito tempo para sentir saudade. Acredito que o passar dos anos nos traga outras responsabilidades, daí a saudade de tempos onde havia menos preocupações e onde tudo era mais fácil. Ainda assim, não acredito que vá ter saudades da faculdade em si, mas sim daquela leveza, da despreocupação dos dias.

      Excluir
  5. Não passei pela faculdade, por isso parece que saltei esses anos ahah!

    THE PINK ELEPHANT SHOE // INSTAGRAM //

    ResponderExcluir
  6. Sinto exatamente o mesmo! Não tenho saudades nenhumas desse tempo.

    ResponderExcluir
  7. Também não sinto que tenham sido os melhores anos da minha vida, e ainda bem =)

    ResponderExcluir
  8. Também eu ainda tenho muito para viver, mas a verdade é que para já os anos que vivi na universidade foram os melhores! É verdade que houve muita coisa má, houve discussões, momentos menos bons, mas o que me fica na memória são mesmo as imensas coisas boas!
    Com certeza terei pela vida fora muitos anos que os irei apreciar com a mesma sensação que o fiz com os anos passados na universidade, mas para já, do pouco que já vivi, estes ficam-me mesmo como os melhores anos ;)

    https://jusajublog.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  9. Não andei na faculdade, por isso não posso realmente opinar sobre isso :P acho que há várias fases na vida que deixam saudades, por um ou outro motivo. Eu sinto nostalgia de algumas fases da minha vida que gostava de reviver, mas acredito que ainda vou ter muitas mais que me farão igualmente feliz :)

    ResponderExcluir
  10. Olha já fiz faculdade há alguns anitos. Tinha vivido quase 20 anos da minha vida quando comecei a faculdade e já vivi quase outros 20 depois de a ter acabado. Os anos de faculdade não foram definitivamente os melhores da minha vida. E não foi por terem sido difíceis e exigirem sacrificios, nada disso. Não foram porque nesses 5 anos a aprendizagem foi apenas num sentido e muito monopolizada pela vida de estudante. Não é na escola que se aprendem as maiores lições, nem nela que se conhecem as maiores alegrias. A vida é bela muito para além dos livros chatos que temos de ler e das teses e trabalhos estupidos que temos de fazer.

    Tive várias fases da vida que podia descrever como especiais mas o tempo de faculdade não foi uma delas ;)

    Beijinhos
    Cris
    blogfacebookbloglovin instagram

    ResponderExcluir