quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Séries | as mais "mornas" mas que cumprem

Todos nós temos aquelas séries que vemos já mais porque sim, porque nos apegamos às personagens ou porque nos entretêm minimamente do que propriamente por serem fantásticas. Ou sou só eu? Eu penso que não, acredito que há por aí mais gente que vê séries "assim-assim", como são o caso destas que seguem:






New Girl - A série foca-se  nas peripécias da vida de Jess, uma rapariga sonhadora e girly, e dos seus roommates Winston, Nick e Shmidt. Quando comecei a ver achei bem gira e interessante, mas estes últimos episódios deixam muito a desejar. Acho que a série tem perdido a piada, parece que os episódios são feitos só para encher e não gosto quando as séries começam a enrolar assim. Mas é uma série boa, tem pontuação de 7.8 no Imdb e adoro a Jess! A Jess é uma fofinha. 




The bitch in the apartment 23 - Esta série é sobre Chloe, uma party girl de Nova Iorque que faz a vida negra às suas roommates, até encontrar June, uma rapariga de uma cidade pequena que é a primeira a aguentar as suas maldades. Vi as duas temporadas no início deste ano. Os episódios são pequenos, por isso é ver uns atrás dos outros. Gostei, mas não acho que seja aquela obra-prima das séries. Não me arrependo do tempo perdido a ver, mas também não recomendo por aí além. Acho que tinha mais por onde se lhe pegar, mas penso que tenha sido cancelada. O download que fiz vinha com os episódios todos trocados (penso que foram lançados assim mesmo, com a troca) pelo que confesso que, quando descobri, fiquei sem vontade de ver mais. Havia episódios da segunda temporada que pertenciam à primeira, enfim. Não que se perdesse o rumo da história totalmente, mas achei que foi uma falta de brio profissional lançarem uma série assim. A personagem Chloe é muito engraçada e sem noção, só por ela já vale a pena ver. Achei que podiam ter apostado em mais temporadas.



2 broke girls - Conta a história de Caroline, uma ex socialite que perde todo o dinheiro quando o pai vai preso e se vê obrigada a fazer pela vida e Max, a sua colega de casa e de trabalho, na luta das duas pelo dinheiro necessário para montarem o seu próprio negócio. Comecei a seguir esta série quando não tinha nada para ver e gostei. No início achei bem mais interessante do que estes últimos episódios. Acho que chegou a um ponto em que o objetivo principal destas duas personagens se vai perdendo e focam-se mais nas dinâmicas relacionais de todas as personagens. É uma série cheia de piadas sexuais que, por vezes, saem mesmo forçadas. Não sendo uma série fantástica, cumpre bem o papel de entretenimento. 



Being Erica - A série esteve no ar entre 2009 e 2011 e contava a vida de Erica na sua busca pelo autoconhecimento. Ela tinha uma espécie de psicólogo que a ajudava a voltar atrás no tempo e a reviver os seus maiores arrependimentos, de forma a tentar refazer essas memórias. Apesar de ser muito pouco realista, confesso que na altura achei muito interessante. O final então, foi mesmo surpreendente para mim. Gostei muito! Não achei que fosse uma série assim fora do normal, mas entretive-me durante um tempo a vê-la e até gostei. Tem pontuação de 7.6 no Imdb, não é mau de todo. 



Cougar Town - Comecei a ver esta série depois de ter acabado de rever Friends, numa das primeiras vezes. Fiquei tão viciada naquilo que quis ver todas as séries onde os atores de Friends entrassem. Esta era uma delas e cumpriu muito bem enquanto durou. Nesta série vemos a dating life de Jules, com peripécias entre ela, o filho, o ex-marido, os vizinhos e os amigos mais próximos. São seis temporadas engraçadas que já terminaram. Gostei. 


Happy Endings - Mais uma série que se foca num grupo de amigos e no desenvolvimento das suas amizades ao longo das mais variadas fases da vida de cada um, na vida adulta. Eu gostava porque havia personagens completamente loucas :) Achava mais giro as personagens em si do que propriamente as histórias que se foram criando. Tem uma pontuação de 7.7 no Imdb e apenas três temporadas, tendo já terminado.


Mom - Mais uma série daquelas que se vêem muito bem sem ter grande plot. Conta a vida de Christy, na sua luta pela sobriedade enquanto tem que lidar com a sua mãe completamente louca e também ela em processo de independência face ao álcool. Ainda estou a acompanhar e acho que é uma daquelas séries que, não sendo fantásticas, cumpre bem o seu papel. É engraçada qb, embora haja personagens mesmo fraquinhas e que não acrescentam nada. 



Vicious - São só duas temporadas, mas são as duas muito engraçadas. Esta série centra-se num casal homossexual, juntos há mais de 50 anos. A vida deles gira entre os insultos a cada oportunidade e as visitas que recebem frequentemente em casa. Entra o ator Ian McKellen, que está muito diferente daquilo que nos habituamos a ver dele e também o mauzão do Ramsay Bolton, de Guerra dos Tronos. Tem pontuação de 8 no Imdb.

10 comentários:

  1. Adoro New Girl, Cougar Town e Being Erica! The bitch in the apartment 23 cheguei a ver alguns episódios e também gostei :)

    ResponderExcluir
  2. Dessas séries vejo New Girl e 2 broke girls Quanto à new girl concordo completamente contigo, a série já teve mais graça, mas 2 broke girls eu ainda adoro xD apesar de elas já não serem super pobres e viverem na miséria total, a parte humorística ainda me cativa imenso!

    ResponderExcluir
  3. Experimenta também Jane, The Virgin. Enquadra-se bem nesta categoria.

    ResponderExcluir
  4. Só conhecia uma ou duas dessas séries!! Mas parecem ser óptimas :)

    Beijinhos,
    Shades of a Girl

    ResponderExcluir
  5. Cansei-me de 2 broke girls...Acho que é um bocado forçado.
    Um beijinho grande*
    Novo blogue! Crazy Cat Lady

    ResponderExcluir
  6. Gosto muito de Cougar Town e Apartment 23. New Girl e 2 Broke girl, são as minhas preferidas. Gosto de séries assim, um toque de piada, nada muito pesado, personagens meio passadas da cabeça e que possa ver de quando em quando só para descontrair

    ResponderExcluir