quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

O fascínio de ir "comer fora"

Começo por dizer que gosto de comer fora de casa, sim, e que há alturas em que é mesmo o que apetece, mas não entendo o fascínio que muitas pessoas têm que, perdidas e achadas, estão em restaurantes. 

Compreendo que para quem tem que fazer as refeições diariamente, ir comer fora de vez em quando sabe bem muito mais pela questão de não se ter que preocupar com o assunto. E reconheço que há imensos locais de qualidade onde se come bem. E, claro, há coisas que apetecem e que normalmente não se fazem em casa, mais ao género fast food, por exemplo.
Posto isto, eu não sou fã de comer em restaurantes. Primeiro por uma questão muito óbvia que é nem sempre acertarmos com a escolha. Eu gosto de comer e gosto de comer bem, de sair satisfeita. Acho que não há pior desilusão do que estar com fome, ir comer a algum lado e a comida ser má. Depois, outra coisa óbvia é que nos restaurantes não sabemos ao certo o que é que aquele prato leva ou como foi confeccionado. Os temperos podem não estar ao nosso gosto, pode ter algum ingrediente de que não gostamos, não sabemos se as coisas são de qualidade ou se foi tudo preparado com higiene, etc. Não vou entrar muito neste último ponto porque se pensarmos muito neste assunto, ninguém come nem dorme em lado nenhum, mas confesso que é uma ideia que me passa sempre pela cabeça quando vou a algum sítio novo. E, claro, há sempre a hipótese de ter muita gente, de serem locais abafados ou cheios de barulho... 

Eu sou de escolhas daquelas certas. Não gosto de experimentar tudo e mais alguma coisa no que se refere a comida porque sou muito esquisitinha e há imensas coisas de que não gosto. Em casa como o que quero, quando quero e como quero. Sem filas de espera, sem mas não coloque o ingrediente x e y e z ou quero o menu x sem alface, sem tomate, sem cebola, sem ..... e pagar por um menu inteiro quando só como dois ingredientes (acontece-me nas casas de sandes comer quase sempre só o pão e "a carne"). E depois em minha casa tenho outros cuidados que nos restaurantes (alguns) não há tanto: cuidado com as gorduras, com o sal, com os temperos... E se soubermos cozinhar bem ou tenhamos a sorte de ter um bom cozinheiro em casa, em casa comeremos sempre muito melhor! 
Não quero dizer que não vou a restaurantes, que não como fora de casa. Adoro um bom hambúrguer artesanal, umas pizzas (há aqui uma pizzaria perto de casa que é de chorar!), uma super sande da Subway (e aquelas bolachinhas, god!), aquele sítio que faz comida tipo caseira no shopping onde trabalhei, umas massas do vitaminas ou do chinês... Mas é uma vez por outra, se der muita vontade ou for sair com amigos. Restaurantes mesmo ditos restaurantes, raramente mesmo! Prefiro ter o trabalho do que comer mal só porque não me apeteceu fazer.

9 comentários:

  1. Eu não posso dizer que não gosto de comer fora, mas a verdade é que começo sempre com receio. Ou seja, convidam-me eu nunca fui aquele restaurante e vou estar o tempo todo a pensar que se calhar não vou gostar de nada que lá servem, ou que não vai ser bom. Mas se gostar... Pronto é meio caminho andado para querer lá ir frequentemente! Para todos os efeitos a carteira não dá sempre para esses luxos, por isso fico-me pelo de vez em quando!

    https://jusajublog.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito de ir jantar fora com o meu namorado mas há restaurantes e restaurantes e por norma vamos onde sabemos que não nos vamos desiludir :)

    ResponderExcluir
  3. Fizeste-te entender perfeitamente!

    ResponderExcluir
  4. Houve uma altura que eu praticamente todos os fim de semana ia comer fora então "enjoei"... A comida de casa sabe muito bem,eheh
    Bom post!

    http://missweetie.blogspot.pt/2017/02/as-minhas-ultimas-compras.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que é compreensível, começa a fazer falta a comidinha de casa, o aconchego do que é nosso. Nem sempre, nem nunca! :)

      Excluir
  5. Eu AMO comer fora e agora estou a desabituar-me (o que é bom), mas agora vou ao ridículo da questão de: são 20h, saí do estágio, estou morta de cansaço... Mas vá, bora, cozinhar... E quase nem me dá vontade de comer de tão cansada que estou. A verdade é que podia ter passado num sítio minimamente barato e comprado algo para me poupar esse trabalho. É que, infelizmente, cozinhar e arrumar a cozinha a seguir são actividades que me esgotam... Mas têm de ser feitas, pronto.
    Além disso, gosto bastante de experimentar sítios novos :) Mas também sou sempre a esquisitinha no que diz aos hamburgueres: "é o X, mas sem queijo e sem tomate, por favor", sempre. Depois, claro que há toda uma panóplia de chineses, tailandeses, nepaleses, italianos, mexicanos, etc. e tal que me deixam sempre com vontade de experimentar novos aromas e sabores.
    Ainda assim, percebo o que queres dizer. Acho que comer em casa é muito mais saudável (nem vamos falar do dinheiro!).

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto, exactamente pelo facto de puder experimentar coisas novas. Até um simples bacalhau à Brás, feito por mim, por ti ou por uma vizinha, é completamente diferente. Por outro lado tenho sempre algum receio com novos espaços pois detesto sair de um espaço com a sensação que fui "enganada" e que o serviço e a qualidade foram inferiores ao valor que paguei.

    ResponderExcluir
  7. Concordo! Também n gosto de comer fora! Só francesinha e mesmo isso, indo ao mesmo restaurante, nem sempre corre bem! Já me aconteceu por 2 vezes escolher "a melhor fracesinha" e da vez seguinte ela ser mesmo má.
    Detesto não saber que género de ingredientes estão incluídos, o seu estado e qualidade...
    E acho que o pior é andares em passeio e teres de comer numa terra que não conheces.. é praticamente fiasco garantido.
    Comer "fora" sim, em casa de amigos e familiares. Sucesso pela certa :)

    Gostei muito do post :)

    ResponderExcluir
  8. Concordo contigo, não é que não goste de comer fora, só que normalmente fico sempre insatisfeita, não sei que temperos leva nem nada dessas coisas.
    Há dias fui a uma hamburgueria e pedi para saber os hidratos de carbono (para saber a insulina que teria de dar), e a senhora disse-me que aquele menu não tinha muitas calorias. Há com cada uma. Lá tive de fazer insulina a olho, que remédio. Até correu bem, o chato é que passado 3h tive de fazer mais unidades para baixar. Mas já me aconteceu ficar mesmo mal, níveis super altos, e pela minha saúde evito isso.
    É por isso que não gosto muito de comer fora, é sempre um risco, enquanto que em casa faço a comidinha e sei o que como, e não fico inchada como quando como fora.

    Beijinhos*

    ResponderExcluir