terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Rotinas e relações

Toda a gente sente necessidade, mais ou menos vezes, de fazer coisas diferentes na vida. Rotinas podem ser bem stressantes e levar as pessoas à loucura, por isso é sempre bom de vez em quando fugir da mesma. E eu, que sou aquela pessoa que adora passear e fazer coisas diferentes de vez em quando, sei bem os milagres que uma coisa fora da rotina pode fazer para a nossa disposição, bem estar, autoestima até, mas juro que prefiro a minha rotina (boa) de todos os dias, o meu conforto, o meu "inside the box" do que andar sempre em roda viva.

Nas relações, a mesma coisa. Muitas vezes as pessoas queixam-se que as rotinas matam as relações, que "a chama apaga" depois de alguns meses/anos por depois ser sempre tudo igual, que é preciso fazer coisas diferentes para manter o outro interessado... até se costuma perguntar aos casais como lidam com a rotina e de que forma evitam que esta se instale. Pois eu acho que ter rotinas enquanto casal é das coisas mais proveitosas para uma relação. Não confundir rotinas com desmazelo ou desinteresse! Também não estou a falar de rotinas de trabalho ou de afazeres domésticos, falo de rotinas no sentido de coisas que os casais fazem juntos. Claro que toda a gente gosta de fazer coisas diferentes uma vez por outra e há fases/situações em que sentimos que, enquanto casal, até nos faria bem mudar um bocadinho as nossas dinâmicas, fazer alguma coisa especial. Mas fora isso, eu adoro rotinas! Troco qualquer aventura louca "para manter a chama acesa" por uma tarde de sofá e séries. Adoro os silêncios entre nós. Gosto mesmo de saber com o que contar, o que ele gosta, ter as nossas dinâmicas. Pessoalmente, não gosto da imprevisibilidade de uma relação sem rotinas. Rotinas só são inimigo de relações quando as pessoas se acomodam de tal forma que não percebem que aqueles hábitos já não se enquadram ou não servem para os dois, quando as pessoas já não estão interessadas em fazer as mesmas coisas ou estão demasiado cansadas uma da outra para sentirem prazer com as coisas do dia a dia numa relação. Saber o que o outro gosta, o que ambos gostam de fazer juntos, com o que contar, é das melhores coisas de se ter uma relação duradoura. Sinceramente desconfio um bocadinho daqueles casais que passam a vida em saídas, que precisam de estar sempre na rua ou com terceiros, que precisam de sentir aquele rush da aventura e da novidade. Parece que não sabem ou têm medo de estar sozinhos e/ou de situações corriqueiras. É tão bom poder sentar ao lado do outro e estar cada um a fazer as suas coisas ou a fazer coisa nenhuma juntos, sem nos estarmos a preocupar se deveríamos antes ter ido a qualquer lado ou se a pessoa vai ficar entediada com a nossa presença...

6 comentários:

  1. Eu acho que uma aventura de vez em quando faz super bem XD mas também adoro tardes no sofá a namorar! É tudo uma questão de balanço
    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderExcluir
  2. Nunca me senti aborrecida por estar com o meu namorado ou por estarmos a falar. Se calhar, para aqueles casais que estão juntos 24/7 é diferente, não sei... E adoro essa rotina de que falas, mas uma surpresa e uma coisa diferente de vez em quando também é bom.

    ResponderExcluir
  3. Acho que mais importante de tudo, é que cada casal encontre o seu ritmo. Uns são mais de ficar no sofá, outros de noitadas, e encontrar um justo termo é o mais importante. Eu já levo oito anos de relação, dos quais três casada e nunca a rotina foi aborrecida, existe claro mas é perfeitamente aceitável. =)

    www.anafernandes.ch

    ResponderExcluir
  4. Como (quase) tudo na vida, há um lado bom e um menos bom na rotina associada a um relacionamento mais duradouro. Há rotinas que são muito reconfortantes...mas o friozinho constante na barriga no início da relação também é tão bom!

    ResponderExcluir
  5. Da mesma forma que desconfias dos casais que andam sempre nessa roda viva, eles provavelmente desconfiam de ti :) cada um saberá o que melhor lhe assenta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida! Cada um deve fazer aquilo que considera melhor para o seu relacionamento e felicidade, em geral :)

      Excluir