segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Crescer tem destas coisas

Quando eu andava no 2º e 3º ciclos, havia umas quantas raparigas que eram super giras e jeitosas, que eram populares e tinham a mania que eram melhores do que as outras. Andavam lá na escola como se fossem rainhas, tinham os rapazes todos atrás delas e achavam que só por isso já eram super fixes e crescidas. Metiam-me um certo nojinho por acharem que só por serem bonitas e se terem desenvolvido mais cedo que as outras, eram as maiores. Namoravam sempre com os rapazes mais giros (e mais velhos) e nem os rapazes "normais" deixavam para as outras, porque todos os rapazes gostavam delas e não olhavam para as mais "normais". E pronto, assim foi seguindo a vida. Acho que toda a gente já passou pelo mesmo porque há sempre destas personagens em todas as escolas. 

Dá-me um gostinho daqueles maldosos, confesso, quando vejo essas boazonas nos dias que correm. É que quase todas estão velhas, gordas e acabadas. A sério, até parece impossível mas é verdade. 90% das boazonas da minha escola estão feias e gordas. Algumas já casaram e tiveram filhos, deixaram-se desleixar, parecem muito mais velhas do que são. Já não usam roupa da moda nem de marca, a vida faz mossa a todos. 

E é por isto que eu gostava de voltar atrás e dizer a todas as minhas amigas normais que não vale a pena alimentar aquelas guerrinhas e odiozinhos vários com essas boazonas porque o tempo se há de encarregar de lhes ensinar uma liçãozinha sobre humildade. E que as miúdas que são efetivamente só miúdas no tempo em que é suposto o serem, vão tornar-se umas mulherzinhas mais bonitas e interessantes do que essas que cresceram rápido demais. Normalmente são os "patinhos feios" que se tornam em pequenos cisnes, pelo menos é assim que tem acontecido com as pessoas que eu conheço. E é muito melhor passar de pato a cisne do que o contrário!

9 comentários:

  1. Gostava tanto de voltar atrás e dizer o mesmo à minha pessoa adolescente ou até mesmo criança...

    Beijinhos,
    O meu reino da noite ~ facebook ~ bloglovin'

    ResponderExcluir
  2. Todas (ou quase) passamos por isso :)

    ResponderExcluir
  3. É mesmo verdade!! Ainda há uns dias me cruzei com uma ex-boazona que mais parecia a minha tia cinquentona!!

    ResponderExcluir
  4. Já me deparei com essa realidade e o mesmo também se aplica ao sexo masculino. Na altura tinha uns rapazitos interessados em mim, coitadinhos, daqueles que ninguém quer ... porque os bonzões queriam as gajas mais populares pelos seus atributos físicos , enfim. E anos mais tarde, Meu Deus, transformaram - se em homens super jeitosos !!! E outros que eram muito giros e agora são uns autênticos estafermos !!!!

    ResponderExcluir
  5. Acho que todas já passamos por isso, não gostava nada dessas personagens.
    Beijinho

    Novo post: 5 Casacos para usar este Inverno

    ResponderExcluir
  6. Por acaso tens toda a razão, as boazonas da minha escola, estão iguais!

    THE PINK ELEPHANT SHOE // MEGA GIVEAWAY DE NATAL //

    ResponderExcluir
  7. Não me parece que isso tenha acontecido na minha escola, as populares continuam a ser bem bonitas e elegantes... Por isso eu às vezes ainda tenho aquela "inveja" das roupas delas, etc. e tal :P ahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que isso não significa que eu trocava a minha vida pela delas. Nem agora, nem na altura.

      Excluir
  8. É um mal geral às "miúdas populares" dos ciclos... Acabavam quase sempre com filhos nos braços cedo demais,de pais que não estão assim tão interessados. Com um aspecto degradante.

    ResponderExcluir