quarta-feira, 19 de outubro de 2016

There is no such thing as too many books | Anna Karenina by Lev Tolstói

Um dos meus livros favoritos de sempre!

Confesso: quando vi o tamanho do livro pensei que ia apanhar a maior seca da minha vida, que a história devia enrolar imenso e que ia arrastar a leitura durante semanas. Não poderia estar mais enganada!

Para quem nunca ouviu falar ou não conhece muito da história: a personagem principal desta história é Anna Karenina, uma mulher casada, mãe, de uma beleza e popularidade admiráveis. Anna parece ter a vida perfeita, mas sente um vazio que só será preenchido quando conhece Vronsky. A relação de ambos não só se torna um escândalo social como destrói toda a vida de Anna. 
Ao mesmo tempo que o livro dá conta da história da personagem principal, vão surgindo outras personagens com vidas igualmente insatisfatórias, desejos frustrados, em busca da felicidade e de um sentido para a vida, numa reflexão muito interessante sobre os objetivos de cada um e formas de estar perante a vida e as suas adversidades.

Eu gostei mesmo muito do livro. Pode ser um pouco confuso por vezes, devido aos nomes das personagens. A mesma personagem pode ter dois ou três nomes diferentes em russo e é muito fácil perder o fio à meada se não estivermos atentos. Contudo, com a leitura progressiva, vamos começando a entender quem é quem e por que nomes são tratados. Claro que há partes e personagens mais interessantes do que outras, algumas partes apetecia-me passar à frente com tamanhas descrições, mas regra geral é um livro de leitura fluída. A história é muito cativante por isso torna-se mais fácil. As personagens são incrivelmente complexas e nota-se um excelente trabalho na forma como cada uma delas evolui ao longo da história. A luta entre os desejos individuais e as obrigações sociais é uma constante e torna as personagens ainda mais humanas, mais credíveis, além de ser o foco central de todo o livro. 

É, sem dúvida, um dos melhores livros que já li e um dos meu favoritos de todos os tempos (a par de outros tão bons, que nem consigo escolher um só!). Recomendo mesmo muito! Acho que toda a gente deveria ler, mais que não seja por ser um dos clássicos de referência da literatura russa.



P.S. o link da imagem é para o livro com edição da coleção de grandes clássicos que estou a fazer. Adoro-o, com aqueles comboios lindos e que fazem tanto sentido. Só não compro porque o meu namorado já o tem nesta versão da foto. 

10 comentários:

  1. ui soa-me muito bem :D porque adoro ler e ver cenas sobre a história russa. estranho eu sei :p

    Beijinhos,
    O meu reino da noite ~ facebook ~ bloglovin'

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia este livro, nem o seu autor. Fiquei curiosa. Obrigada pela partilha! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ?????????
      Estou chocada. Nunca ouviu falar de Tolstoi? Vive debaixo de uma pedra?

      Excluir
  3. Esse livro é lindo. Outro escritor russo que adoro é o Dostoievski: o seu Noites Brancas é maravilhoso❤

    ResponderExcluir
  4. Nao conheço, mas fiquei com vontade!

    ResponderExcluir