quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Overthinking

Ter tempo livre tanto pode ser uma coisa maravilhosa como o nosso pior inimigo. Se estamos bem, ter tempo para nós é a melhor coisa do mundo, mas se estamos num daqueles dias de pessimismo, ter tempo livre significa pensar demasiado acerca das coisas da vida. Detesto quando estou num desses dias mais negativos e não tenho nada com que me ocupar que exija pensar em outras coisas, ver as coisas do lado positivo, ter alguém para me distrair. As tardes passam sempre bem e muito rápido, mas à noite quando vou para a cama é o pior. Isso e quando acordo e não tenho o que fazer... Montes de tempo de sobra para me preocupar, me stressar e ficar ansiosa por coisa nenhuma. 

O meu problema sempre foi esse: overthinking. Isso e overfeeling. Tudo toma proporções enormes para mim. Não dá para relativizar, ver o copo meio cheio. Sou de extremos. Tudo ou nada. Pelo menos no que toca àquilo que quero para mim e àquilo que sinto. E eu sei, a vida tem imensos tons de cinzento (como o filme), mas há dias em que só consigo ver preto ou branco. Vou mas é pôr uma roupa a lavar, passar outra tanta e depois fazer o almoço, a ver se a manhã acaba rápido para voltar a ser uma pessoa normal com coisas para fazer e sem tempo para pensar.

10 comentários:

  1. Acredita que te percebo em certa medida, também tenho tido alguns momentos desses... Enfim, tento pensar que as coisas vão melhorar... Espero que por aí também!! Beijinho grande

    ResponderExcluir
  2. Viver nessa angustia é horrível, pois já passei por isso durante 2 meses e meio. Pareceu uma eternidade . O importante é não deixar esse negativismo instalar -se.
    . Por isso manter uma rotina é imprescindível . Elabora uma lista de " coisas para fazer" e cumpre. Até que o trabalho ou estágio chegue podias por ex. Inscrever-te em formações . Se à noite é pior opta por regime pós -laboral. É uma sugestão . Se tiveres um Hobbie então força aproveita agora para colocar em pratica algo que tens vindo a adiar.

    ResponderExcluir
  3. Sou como tu, vejo tudo "a preto e branco". Também penso demasiado.. Já o sentir, tento desligar um pouco, quando consigo.
    Já me recomendaram yoga, pilates, voluntariado. Eu cá prefiro formações tal como disse a Madalena Santos... Quando aprendo algo novo, de preferência numa área que me agrada, sinto-me viva, corajosa, podendo tudo! :)

    ResponderExcluir
  4. Também sou muito assim, mas pensa que a seu tempo tudo toma o seu rumo ..

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente, overthinking também é um dos meus problemas. Eu poderia estar aqui a debitar de como não podes fazer isso e blábláblá, mas falar é fácil, eu sei :/ Tens de encontrar mecanismos de auto-controlo!

    ResponderExcluir
  6. Como eu te compreendo! -.-
    Infelizmente sofro do mesmo mal às vezes.

    ResponderExcluir
  7. Somos duas. Há dias em que mais vale ir trabalhar para esquecer os problemas.
    Beijinho* Confissões de uma Pecadora by Valentina

    ResponderExcluir
  8. Já fui mais assim...ainda bem que o sou cada vez menos!

    ResponderExcluir