domingo, 28 de agosto de 2016

Triste realidade

Passei o Verão todo sem comprar (praticamente) nada. Comprei 3 blusas nos saldos em Julho e nada mais. E se querem que vos diga, mais valia nem ter comprado. Uma já a despachei porque me ficava mal na zona do peito e eu nem tinha reparado antes de comprar, outra tem um decote gigante que me enerva de tanto que passo o dia a puxar para cima e outra ainda nem usei porque é de meia manga e está calor. 
Não sinto necessidade de comprar nada, visto que passo os dias a trabalhar. Quando estou de folga, ou vou à praia (e quanto mais prática, melhor) ou estou por casa e o que tenho serve perfeitamente para estar na ronha. A única coisa que preciso muito é comprar roupa para o trabalho, mas isso tem que ser lá na loja e a vontade de gastar dinheiro é zero. Vou remediando com o que tenho, já que as novas coleções estão aí à porta. 

Sinto que nem aproveitei o Verão a esse nível. Gosto sempre de comprar roupa para esta estação, usar blusinhas finas, com pormenores giros nas costas e essas tretas todas. Mas com este calor e pelo facto de estar sempre a trabalhar, nem tenho sentido o Verão a sério. Se passássemos já para os dias mais frescos de Outubro não ia ficar triste. 

3 comentários:

  1. Sinto o mesmo que tu....já estou farta deste calor. 😀

    ResponderExcluir
  2. sabes, também não tenho comprado nada. aliás, nem tenho tido vontade de ir as compras. comprei um blazer no outro dia, já de meia estação, mas é roupas para o trabalho! porque ao fim de semana ando com t-shirts da disney a calções de ganga que ja viram dias melhores ahah =)

    beijinho
    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderExcluir
  3. Conheço bem o sentimento de não aproveitar o verão, e não gosto nada. Por isso mesmo, este verão decidi safar-me com o que tinha: fiz questão de apanhar sol todos os dias - quando não dava para ir à praia ou piscina, punha uma toalha no quintal e tomava banho de mangueira. Quanto à roupa, depois de uns saldos de inverno em que comprei montanhas de peças, entrei apenas uma ou duas vezes numa Zara para os saldos de verão. E, pela primeira vez, nem senti o impulso louco de comprar.

    ResponderExcluir