terça-feira, 24 de maio de 2016

Serviço público

Estão fartos de receber chamadas de empresas que vos querem vender coisas? Ligam-vos a toda a hora para falar de ofertas, de cartões, de viagens? Abordam-vos na rua naqueles pequenos stands de vários bancos? Nada temam, que eu tenho a solução para o vosso problema!

Quando vierem ter com vocês a dizerem se não querem aquele cartãozinho fantástico do Barclays, digam que estão desempregados! É remédio santo. Nem querem mais conversas com vocês. A minha sogra fez isto na semana passada, quando uma menina desse banco nos abordou na rua. Ela começou com muitas conversas, nós a dizermos que não estávamos interessadas e ela sempre na mesma, até que a minha sogra diz "Não quero, estou desempregada!" e a senhora foi logo embora. Um dia também em ligaram, do mesmo banco, a perguntar se podiam falar comigo. Eu como sou uma alminha caridosa (e parva) disse que sim; eu deixo-os sempre venderem o peixe deles, coitados. É o trabalho deles, sou sempre educada e tento sempre dar atenção. Tudo a correr muito bem até que me perguntou se eu trabalhava e eu disse que não. A senhora passou de simpatiquíssima, já estava eu a sentir um clima de amizade, para rude. Bastou dizer o "não" que ela só me respondeu "ah, então com licença" e desligou! Sem desculpas, sem justificações. Podia ao menos dizer qualquer coisa tipo "de momentos só estamos interessados em pessoas que estejam a trabalhar ou que tenham rendimentos fixos" ou whatever, mas nem isso. Simplesmente desligou.


Ou então, façam como a minha avó. Sempre que lhe vêm com essas conversas ela só diz, com voz de alminha triste, "Eu sou só a empregada, a senhora não está" e já nem a chateiam mais. Simples assim!

9 comentários:

  1. Ou dizer já tenho um...( embora tenha mesmo ). Também já fiz de empregada e de hóspede...

    ResponderExcluir
  2. Eu digo isso e, no meu caso, é verdade. Funciona com o pessoal dos bancos, mas a malta das operadoras telefónicas é implacável. Já me aconteceu dizer que não quero mudar de tarifário e ouvir um "MAS NÃO ESTÁ INTERESSADA EM POUPAR???" do outro lado.

    ResponderExcluir
  3. Uma vez no centro comercial, abordaram-me, disse logo que não estava interessada. Ela olhou bem para mim e disse, "pois ainda deve estar a estudar não é?" Bendita a hora, disse logo que sim, apesar de não ser verdade. Ela disse logo "eu vi logo, parece muito novinha." Isto no auge dos meus 22 anos ahah!

    ResponderExcluir
  4. Faço proveito das minhas voz e cara de menina e digo que tenho 17 anos. Também resulta sempre :)

    ResponderExcluir
  5. como tenho uma voz de moça digo sempre que sou menor xD

    ResponderExcluir
  6. Eles até já chegaram ao cúmulo de aparecer no meu local de trabalho a tentar aliciar-nos à adesão do cartão. Que melgas!

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a última vez que me abordaram foi no meu local de trabalho. dão-se ao trabalho de entrar numa pastelaria só para aliciar quem lá está.

      Excluir
  7. Neste momento, estou mesmo desempregada, mas já cheguei a usar essa desculpa quando não estava.

    ResponderExcluir
  8. AHAHAH. Resulta sempre! Também me lembrei de responder isso uma altura em que me ligaram para fazer um seguro de saúde. Quando disse que não tinha rendimentos, desistiram imediatamente! Desde então, sempre que me tentam vender seja o que for, respondo que não tenho € nem ordenado. É vê-los desaparecer num instante :)

    ResponderExcluir