quarta-feira, 18 de maio de 2016

Baby friendly mas calma aí

Eu adoro crianças e percebo que as crianças façam barulho e que não queiram estar sentadinhas, quietas e caladas o tempo todo, mas há situações em que me apetece começar a distribuir pares de estalos. Normalmente mais aos pais, que permitem tais comportamentos, do que às crianças que só fazem o que lhes deixam. 
Ouvir criancinhas quando se está num café ou restaurante é algo muito natural, ninguém lhes vai pôr uma mordaça nem prendê-las às cadeiras. Mas ter miúdos aos berros, a correr num espaço pequeno enquanto vocês tentam tomar o vosso café ou apreciar a vossa refeição e os pais sentadinhos, impávidos e serenos, na converseta com os amigos... Pá, ninguém é obrigado a aturar os filhos dos outros nem as más educações dos outros. Qualquer criança chora, dá risadinhas, fala mais alto, tudo bem. Não sou nada contra e penso que todos os sítios deviam ser baby friendly, afinal de contas, quem tem crianças tem o mesmo direito de usufruir dos espaços, dos serviços, etc. Acho ótimo! Mas tenham o bom senso de pôr limites às crianças, de não as deixarem andar as berros só porque sim, a correr, a perturbar as outras pessoas. Uma coisa é um bebé chorar porque tem fome, porque está mal disposto e essas coisas todas que os bebés fazem; outra são miúdos já crescidinhos a fazerem alta festa e a incomodarem toda a gente: menos os pais, que os pais desses monstrinhos nunca parecem estar verdadeiramente incomodados. Tendem até a ignorar que tal criança lhes pertence, fazem ouvidos moucos, concentram-se noutras coisas. Ou então ter pais a gritar a cada minuto "está quieto", "senta-te", "vamos já embora!", "vais levar!!" mas nem fazerem nada... são só mais um a contribuir para a algazarra e gritaria. Se não querem tomar conta das crianças e querem estar à vontade, que as deixem em casa com alguém! Simples. Não precisam de incomodar todo o mundo porque não são capazes de dizer a uma criança o que é que ela pode ou não fazer em determinado local. 

3 comentários:

  1. Ai como te percebo, se há coisa que me incomoda é a indiferença de alguns pais, perante as asneiras dos filhos. Que falta de educação terrível.

    ResponderExcluir
  2. É mesmo isso que disseste, começar à estalada com os paizinhos...ainda há pouco tempo tive uma dessas criancinhas, e bem crescida por sinal, a mexer no fio do rato enquanto aqui a palhaça ( eu) estava a atender os pais.. Pois foram incapazes de chamar a atenção da criatura...eu passei-me , agarrei na mão do rapazinho e disse em tom educado ( mas já passada da cabeça ) : " olha, isto aqui não é para mexer, entendido ? " . E os pais nem aí nem ui...não há cu que aguente esta gente!!

    ResponderExcluir
  3. ahaha é mesmo assim! O verdadeiro problema de tantas birras e berros são os pais, que muitas vezes, tal como dizes ignoram..

    ResponderExcluir