quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Desabafo

Sou sempre aquela pessoa que manda mensagem primeiro, que combina encontros, a querer saber como vai a vida. Às vezes cansa mesmo. Parece que só há esforço de um dos lados e é sempre meu. Sou sempre eu a primeira a entrar em contacto, a correr atrás e não quero sentir que sou uma chata, sempre em cima. 
Já me fartei muitas vezes. Aliás, neste momento estou em birra porque sempre que mando mensagens ao grupinho a tentar combinar um encontro ou mal me respondem e tenho que insistir com esta ou aquela pessoa para saber se podemos contar com elas ou então acaba tudo por ficar em águas de bacalhau. Cansei. Já disse que nunca mais me chego à frente, quem quiser estar comigo tem os meus contactos e sabe onde me encontrar. Cansei de ser sempre eu a tratar de tudo e depois não dar em nada. Até parece que sou só eu que quero ver as pessoas. Ando a tentar ver um amigo desde Setembro! Enfim. Sei que as pessoas se acomodam, sabem que há sempre alguém que se lembra e que vai ter o trabalho de combinar. Mas não devia ser assim, não deviam simplesmente ficar à espera que sejam outros a tomar a iniciativa. Toda a gente tem vidas complicadas, com trabalhos, preocupações e outras coisas para gerir, mas quando há vontade arranja-se uma forma. Estou para ver quem é que se vai chegar à frente desta vez e quanto tempo vai demorar.

Mas depois pronto, lá acontece um milagre e fico sempre extremamente contente quando algumas das alminhas que me são próximas manda mensagem primeiro, quer saber como vão as coisas... É bom sentir um retorno, que há alguém ali que também se importa. Porque a sensação que tenho sempre é que eu é que ando atrás das pessoas, a querer manter contacto, que se eu não disser nada ninguém nunca me vai dizer a mim por livre vontade. Por isso fico sempre muito contente por ver que as pessoas também sentem a minha falta. Ainda na semana passada era para mandar mensagem a uma amiga mas pensei "esquece, não vou ser sempre eu a primeira"... no final da semana tinha uma mensagem dela. Ando a pensar mandar outra mensagem a outra amiga também há imenso tempo e hoje foi ela a mandar. Parece que afinal as pessoas até sentem falta e mexem os pezinhos. Sim senhora, já aprendi o segredo, é deixar andar até que pensem "caramba, a M. já não diz nada há tanto tempo, deixa ver se está tudo bem". 


*Até pareço uma colas, eu sei, mas não sou... Não mando mensagens todos os dias a toda a gente, calma! 

10 comentários:

  1. Também detesto isso, é como se nem se lembrassem que existimos.

    ResponderExcluir
  2. Eu sou tal-e-qual como tu. E sim, cansa! Mas quando eu própria faço "birra", há sempre quem corra atrás de mim. Consegui que alguém se chegasse à frente desta e vez e sábado vamos jantar todos juntos*

    ResponderExcluir
  3. Seja qual for o tipo de relação, tem ue haver um dar e um receber, sempre; não podes ser sempre só tu nem podem ser sempre só eles. No meio está o sucesso :)

    ResponderExcluir
  4. as vezes é preciso sentirem a falta para darem valor :)

    ResponderExcluir
  5. Já fui assim! Sempre a primeira...agora deixo as coisas fluirem.

    ResponderExcluir
  6. É normal com o decorrer da vida haver alguma distância mas não por falta de amizade. Mas fazes bem dar um passo atrás também para não te sentiste sempre a que procura os outros.

    ResponderExcluir
  7. Também já fui assim, mas cansei-me ! Agora sou do género, não me procura é porque não sente a minha falta. Simples assim .

    ResponderExcluir
  8. É um bocado frustrante ser sempre aquela pessoa que dá sempre o primeiro passo, sou um bocado assim e às vezes dou por mim a pensar se não chateio demais e se em vez de aproximar, afasto mais as pessoas. Em relação à maioria já consigo controlar, mas depois há outras pessoas que não me consigo mesmo de afastar, e que tenho mesmo que falar e ver. Vai da maneira que olhamos para as pessoas

    ResponderExcluir
  9. Eu entendo-me perfeitamente. Eu com esse tipo de situações percebi-me que tenho amizade com pessoas erradas, isto se tenho amizade. Se não existir um meio termo não há harmonia. Quando me cansei, deixei realmente de correr atrás e o que mais me desilude é que na maioria dos casos não correu atrás depois de fazer isto. Cheguei a um ponto de pseudo anti-social, mas desapeguei e não estou para dar os meus sentimentos, nem o meu tempo a pessoas que não têm a mesma força para que a amizade predomine.
    Enfim... beijinhos e força!

    ResponderExcluir
  10. Olá! "aterrei" aqui no blog ... gostei muito :) sou um pouco assim, neste aspeto também...

    ResponderExcluir