quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Outubro, finalmente!



E chegou ele, meu querido Outubro, finalmente. Este é sempre o mês mais ansiado, não só por ser o mês de excelência do Outono que eu tanto adoro, nem por ser o meu mês, mas também porque começa a aproximar-se o final do ano. Normalmente por esta altura já estou farta de tudo e quero é que o ano termine rapidamente:) 
Este ano, Outubro será especial. Ao que tudo indica, será o mês que encerra uma grande etapa da minha vida: entrego a tese daqui a duas semanas. Depois ainda há a defesa em Novembro, mas o alívio já chega em Outubro e isso é tudo em que eu penso nestes últimos meses. Estou cansada, estou desgastada, preciso de um recomeço.  
Com tudo isto ainda nem tive tempo de me dedicar verdadeiramente à apreciação dos meus últimos dias antes de fazer anos, algo que adoro e que me deixa sempre super entusiasmada e ansiosa pela data. Eu adoro fazer anos, adoro mesmo, e adoro toda a antecipação do grande dia. Mas como tenho outras coisas mais importantes pendentes, torna-se difícil estar a pensar em algo tão fútil e parvo, enfim. Tem sido a minha menor preocupação, quando em anos anteriores já andava a contar os dias desde que faltava um mês, já tinha tudo planeado, já ansiava pelo dia. Este ano será tudo mais calmo, mais contido. 

Para este mês desejo a serenidade que tanto anseio. Gostava que fosse um mês de descanso e de calma. Preciso desesperadamente de me sentir em paz comigo, com as minhas escolhas, com o meu tempo, com os meus afazeres. Se vier tudo isso, já não posso pedir mais nada. Que assim seja!

6 comentários:

  1. Há um ano estava nessa situação, prestes a entregar a tese :) Boa sorte!

    ResponderExcluir
  2. Que este mês te traga tudo de bom :)

    ResponderExcluir
  3. Assim sendo espero que Outubro te traga toda essa serenidade e paz de espírito que tanto anseias e dizes precisar e se vier acompanhado de outras tantas coisas boas, então ainda melhor :)

    ResponderExcluir
  4. Que te traga tudo isso, então!

    ResponderExcluir
  5. Engraçado que nunca gostei de fazer anos... mas acho positivo da tua parte.
    Boa sorte com a defesa da tua tese.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir