terça-feira, 9 de junho de 2015

A preguiça que vive em mim


Desde que acabou o estágio que vivo a queixar-me de não ter nada para fazer. Ainda ontem estive em casa o dia todo sozinha e ia morrendo de tédio. Mas depois chegam os dias em que tenho que sair e não me apetece. 
Tenho que ir fazer uma consulta hoje e tenho que sair de casa daqui a uma hora e meia. Ainda tenho que tomar banho, arranjar o cabelo, escolher a roupa e almoçar. Não me apetece nada. Está imenso calor, vou ter que fazer uma parte do percurso a pé porque não valia a pena pagar o passe para este mês e já estou a morrer só de pensar no que tenho que andar com o sol abrasador dos últimos dias. Não quero! Ainda por cima esqueci-me de carregar o telemóvel ontem, vou ter que fazer mais esse desvio. 
Ainda por cima vou ter que ir gastar imenso dinheiro e perder a minha tarde completa para fazer uma hora de consulta que nem sequer me é paga. Enfim.

3 comentários:

  1. Eu percebo perfeitamente isso de não termos vontade de sair, apesar de reclamar de não ter nada para fazer e morrer, por isso, de tédio. Comigo também acontece.
    Infelizmente não temos oportunidades dignas do nosso esforço e formação no nosso país. É triste mas temos de acreditar que irá melhorar e que estes nossos esforços compensarão de alguma forma. Beijinhos e força!

    ResponderExcluir
  2. Comigo isso também acontece, principalmente nas férias, em que só tenho de estudar ou quando os exames acabam, o que ainda piora as coisas. É horrível e com o calor uma pessoa fica mesmo saturada.

    ResponderExcluir
  3. R.: Eu só os conheci (aos Us the duo) porque tu falaste deles e fui logo cuscar :)

    ResponderExcluir