sexta-feira, 26 de junho de 2015

A adolescente que fui nem sonhava o que estava para vir


Sou muito mais feliz com 22 anos do que alguma vez fui com 12. Verdade. O passar dos anos têm-me tornado numa pessoa mais feliz, mais calma, mais madura (como, de resto, seria de esperar). A adolescência é uma pain in the ass. Odiei ser adolescente, que raio de fase. Nunca estava realmente feliz, embora não tenha tido problemas de maior e tivesse aquele grupinho de amigos com quem passava muito tempo. O meu problema não era com os outros, era comigo. Era uma adolescente super dramática, chorava por tudo e por nada, não podia ouvir um "não". Nunca estava bem com nada, o mundo era cruel e injusto e mimimi. E depois, a agravar estes estados emocionais dramáticos e flutuantes, era a pessoa mais complexada do mundo em relação a tudo. Aquela coisa de não gostar do corpo que vemos ao espelho. Tinha vergonha de tudo, sentia-me mal com tudo. Nem sandálias usava porque tinha uma panca com os meus pés. Ser feminina era uma coisa que evitava. Arranjar-me um pouco mais ia atrair a atenção das pessoas e depois elas iam pensar que estava a tentar ser bonitinha e menininha. E isso era uma vergonha, vá-se lá saber porquê. 
Mas depois os anos dão-nos experiência, fazem-nos aprender truques para esconder este ou aquele defeito mas, principalmente, dão-nos a maturidade para aceitá-los e livrarmo-nos do peso de os esconder a todo o custo. Fui-me tornando mais relaxada comigo mesma, mais paciente, mais flexível.

Não vou mentir e dizer que agora sou uma pessoa completamente resolvida. Na maior parte dos dias estou contente com aquilo que sou, noutros dias nem por isso, como toda a gente. É um work in progress, definitivamente. Mas sou muito mais feliz do que imaginava ser por esta altura, quando era adolescente. E consegui conquistr muito mais do que imaginava ou sonhava para mim. Sou feliz e estou muito feliz nesta fase da minha vida, apesar de tudo. 
Espero estar nos 32 e pensar "Sou ainda mais feliz e mais resolvida agora do que aos 22" porque é sinal que o tempo tem sido bom para mim e que aprendi mais coisas, principalmente acerca de mim própria. Não sei. O objetivo é sermos sempre melhores do que éramos ontem, certo? De uma coisa tenho certeza: não sinto falta nenhuma de ser adolescente! :)

3 comentários:

  1. Que maneira deliciosa de começar a sexta feira :)
    É bom termos consciência do percurso que já fizemos, podermos olhar para trás só para ver o quão longe já conseguimos chegar. Isso dá-nos força e motivação para ser melhor sempre, um pouco mais a cada dia. Força e continua assim porque só podes estar no caminho certo! :)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Também não tenho saudades nenhumas de ser adolescente :) Tal como tu, não tive problemas de maior e tinha o meu grupo de amigas... mas há coisas - em nós mesmas - um bocadinho irritantes, por essa fase.

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito de ler este post! Eu tinha uma grande panca com o nariz (e se calhar ainda tenho...), não tirava fotos nem por nada. Entretanto "cresci" e estou-me a lixar :D O importante não é se fiquei bem ou mal, às vezes é só mesmo registar o momento.

    ResponderExcluir