quarta-feira, 18 de março de 2015

Resume o último ano e meio da minha vida

Recebo uma mensagem de um número desconhecido a dizer que era a mãe da pessoa x (minha amiga) e a perguntar se pode ligar. Fico em pânico, não podia falar com a senhora nas próximas horas, mas que raio se passa, ai meu deus que se passou alguma coisa horrível de certezinha. Horas mais tarde ligo, coração nas mãos, afinal o que se passa, não me poupe aos pormenores, conte tudo. Era para me convidar para a festa de aniversário surpresa da minha amiga, que fala muito de mim à mãe, que eu sou uma pessoa muito importante para ela e que lhe fiz muito bem. Tenho que recusar, coração em pedaços, porque inclui jantar e pijama party e no dia a seguir tenho que trabalhar, entro às 7h, um drama. 
Merda para a minha responsabilidade e necessidade, estou farta deste trabalho que me tira as melhores coisas da vida. 

7 comentários:

  1. E não podes ir directa da casa da tu amiga para o trabalho? Digo te isto porque eu por exemplo trabalho numa cidade onde não há feriado de S.João, mas na cidade do meu namorado sim e costumamos ir sempre p'ra noitada de S.Joãol. No ano passado deitei-me eram 4h da manhã e ás 7h estava a levantar-me para vir trabalhar directa da cidade dele! Uma vez não faz mal... :)Ah,e não descurei o trabalho....

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. é numa cidade longe da minha. tinha que perder 3h de transportes para ir e outras 3h para regressar a casa

      Excluir
  3. Ia-te dizer para ires só ao jantar mas já entendi que realmente assim é chato .. tenta apanhar boleia à mesma ou ver se alguém te pode ir buscar por exemplo!

    ResponderExcluir
  4. Dias não são dias, vai da casa da amiga pro trabalho e aproveita a festa!

    ResponderExcluir
  5. Credo mulher, até fiquei em pânico com a descrição tão realista da coisa xD

    ResponderExcluir
  6. Oh, é realmente uma pena!! :/

    ResponderExcluir