terça-feira, 31 de março de 2015

Faz-me confusão, pronto

Bem sei que cada um sabe da sua vida e que as prioridades de cada um de nós só a nós nos dizem respeito, mas juro que não percebo aquela gente que se queixa da falta de dinheiro mas não pára em casa. Conheço uns quantos assim: aproveitam toda e qualquer oportunidade para dizerem que estão sem dinheiro, que a vida está difícil, que precisam de arranjar um emprego rápido, mas depois é vê-los a fazer viagens para o estrangeiro, escapadinhas de fim de semana, férias aqui e acolá, fotos no instagram nos restaurantes in do momento, idas semanais ao cinema... Com o Verão chegam os concertos e os festivais e essa malta lá estará, na primeira fila. Não percebo, juro que não percebo. Eu tenho um curso para pagar, despesas mensais no dentista, passes dos transportes e todos os custos inerentes à minha pessoa (só não pago casa nem comida aos meus pais) e com o meu emprego em part-time só dá mesmo para as despesas e pouco mais. Claro que uma ou outra vez lá compro um livro, uma peça de roupa, mas nada muito exagerado. Há meses em que é um verdadeiro malabarismo porque não quero pedir nem um cêntimo que seja aos meus pais. Por isso é que não entendo como é que estas pessoas conseguem. Muitos deles também estudantes, sem emprego sem nada, e conseguem levar esta vidinha de santo. Tivesse eu pais ricos...

7 comentários:

  1. Olha nem eu entendo, sinceramente credo!

    ResponderExcluir
  2. A vida ensinou-me que nem tudo o que parece é...

    ResponderExcluir
  3. Eu também já comentei isso várias vezes com amigos. Há sempre aquele que se queixam que não têm dinheiro, não nada e depois é vê-los com os últimos modelos de ténis de marca, concertos, etc etc.

    ResponderExcluir
  4. Enfim, vidas... ;) Agora mais a sério, como disse a Joana mais acima - nem tudo o que parece é! E há muito boa gente cujas prioridades estão assim um bocadinho... trocadas, vá. ;) Claro que haverá outros que têm pais que lhes dão o dinheiro para tudo isso... E outros que, acredito, o dinheiro lhes dá para isso mas não sobra mais nada... Cada um sabe da sua vida, mas, em certas situações, isso é coisa para me fazer alguma confusão também ;)

    ResponderExcluir
  5. também fico mesmo passada quando penso nesse tipo de injustiça, mas é a vida \:

    www.pinkie-love-forever.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Já me perguntei o mesmo tantas vezes!

    ResponderExcluir
  7. Às vezes nem é por terem pais ricos, é porque abdicam de coisas essenciais para terem esse tipo de coisas. Conheci um rapaz que não comia quase nada ao almoço, porque tinha comprado um iPhone. Epá.. Eu não me posso queixar em nada da minha vida, e mesmo assim tento poupar.. O dinheiro não cai do céu!

    ResponderExcluir