sexta-feira, 29 de agosto de 2014

ser feliz com as coisas mais simples da vida

Ir à praia só com o namorado, um inédito destas férias (e mais um marco na nossa vivência a dois). Sair de casa cedinho, como eu gosto. Chegar lá e seguir imediatamente para a pastelaria da praia, que tem os maiores croissants que já vi em toda a minha vida. Bikini novo. O tempo bom, tirando as nortadas que o pára-vento acalmava. O sol abrasador, o mar sereno. Almoçar sem pressa. O silêncio tão bom que só a intimidade e cumplicidade de há muito tempo permitem apreciar. Conversar, conversar, conversar. Água gelada pelas costas abaixo (qual ice bucket challenge, qual quê), cortesia do fofinho do meu namorado, que não me deixa ser mariquinhas nestas coisas. O livro por começar que nem chegou a sair da mochila, de tão boa que era a companhia. Papo para o ar. Mais conversa. Recostar-me naquele abraço só meu. Lanchar. Contemplar a fúria do mar, que entretanto galgou metros de areal. Chegar a casa com sal no corpo e sorriso no rosto. O coração cheio. Não posso pedir muito mais.

7 comentários:

  1. Nem vale a pena porque nesses momentos tens tanto :)

    ResponderExcluir
  2. Como te compreendo :) Aproveitar as pequenas coisas é o melhor!

    ResponderExcluir
  3. Awww que descrição tão querida de um dia bem passado! Que venham muitos mais dias assim :)

    ResponderExcluir
  4. São esses momentos que valem a pena, as coisas mais simples são as melhores, aproveita :)

    ResponderExcluir