quarta-feira, 18 de junho de 2014

E agora, tese



Não há palavras para descrever o que senti ao entregar aquele exame e pôr os pés fora daquela sala. O entusiasmo foi tanto que dei comigo de braços no ar e sorriso aberto, em celebração no meio do corredor da faculdade, por aquele que foi o meu último exame de todo o sempre. Digo isto sem saber se será de verdade o último, porque tenho que saber resultados ainda, mas tenho aquela convicção de que foi mesmo o último, porque correram todos tão bem que seria quase impossível reprovar a algum. Medos e cuidados à parte, tenho que celebrar este feito. Se depois se revelar falso alarme, volto a fazer tudo, que remédio. Mas esta sensação tão boa já ninguém ma tira. 

Ao longo do meu percurso académico fiz 49 exames (sim, eu contei), passei por 8 épocas de exames e deprimi em todas elas.  Foram quatro anos deste suplício, de dias trancada no quarto sem ver a luz do sol, festas e feriados que não aproveitei porque tinha que estudar, saídas adiadas. Senti-me sempre miseravelmente triste e pressionada. Tive medo, chorei, estudei muito muito muito, fiz muitos sacrifícios. Mas acabou. Agora acabou!! Nunca mais na vida vou fazer outro exame naquela faculdade. Foram 4 anos muito sofridos  a este nível por isso a sensação de estar livre de exames é maravilhosa. Hoje ninguém me tira este sorriso! :)

Venha daí a tese e o estágio (mas calma, só depois das férias)!

2 comentários:

  1. Que bom!! Agora goza bem as férias, bem mereces!!

    Beijinho

    ResponderExcluir
  2. Muita força, que corra pelo melhor!

    ResponderExcluir