sexta-feira, 20 de junho de 2014

Até pra ser animal é preciso ter sorte

Fui dormir a casa do meu namorado. De manhã, ao acordar, tivemos o seguinte diálogo:

Ele: Dormiste bem?
Eu: Sim, mas o teu gato faz imenso barulho de noite.
(foi preciso ele levantar-se às 6h para ver o que se passava porque o gato estava sempre a miar)
Ele: Ó, ele fez barulho mas foi por tua causa.
Eu: Por minha causa? Mas eu deixei-lhe as portas abertas para ele poder andar à vontade e vir dormir para aqui se quisesse.
Ele: Pois, mas puseste as tuas coisas (roupa e uma mala) em cima da cama do meu irmão (completamente desocupada, à exceção das minhas coisas) e ele não tinha espaço, porque só dorme em cima do edredon.

Decididamente este gato é tratado como rei. Não lhe bastava ter um sofá só para ele, nem uma cadeira especial na varanda, também se incomoda com umas calças, uma t-shirt e uma mala em cima de uma cama. Qualquer dia durmo eu no chão para sua excelência se poder aconchegar na cama com o meu homem, no andamento da coisa. Vida de rei, é o que vos digo.

5 comentários:

  1. em casa do meu namorado é mais ou menos a mesma coisa. a gata mia a noite inteira, abrimos-lhe a porta e ela ou se deita em cima dele e dorme lá a noite toda ou faz questão de se meter entre nós os dois :p é uma ciumenta!

    ResponderExcluir