quinta-feira, 26 de junho de 2014

Acho que tenho um problema...

No outro dia saí de casa para comprar roupa interior e cheguei a casa com dois blazers e duas camisas, mas nada de roupa interior.
Ultimamente, e como agora trabalho e tenho o meu próprio dinheiro, tenho aproveitado para comprar pequenas coisas que me faziam falta e outras tantas só porque sim, por pura vaidade. Acho que, se trabalho e o dinheiro vem do meu esforço, também posso aproveitar para comprar coisas que gosto. Antigamente, como eram os meus pais a pagar, sentia-me mal por estar a pedir coisas e por isso só comprava mesmo o essencial, coisas que precisasse mesmo mesmo mesmo. Mas agora posso dar-me ao luxo de, de vez em quando, comprar coisas que gosto só porque sim, porque gosto e porque quero, sem ter que pedir nada a ninguém nem dar justificações de nada.
Só que isto de ter o meu próprio dinheiro só está a alimentar o meu lado consumista, acabo por às vezes fazer compras por impulso. E tenho que começar a controlar-me mais, até porque tenho outras despesas que sou só eu a pagar.

Entretanto, e como vou começar a estagiar (supostamente) em Setembro, preciso de comprar mais roupa, coisas mais condizentes com a minha futura profissão, digamos assim. Por isso lá vou eu ter que me enfiar em lojas em busca de camisas, calças, sapatos e casacos de malha. Queria também um blazer novo, de uma cor diferente das que já tenho. Agora vou aproveitar e esperar pelos saldos, que se há coisa que me chateia é perder boas oportunidades e descontos. Com um bocadinho de sorte, pode ser que ainda compre um bikini mesmo fofo que ando a namorar desde o fim de semana passado :) Venham os saldos!

9 comentários:

  1. Oh não acho que seja ser consumista, é normal pois é o teu dinheiro e pelo que vejo, são coisas que precisas. E como tens consciência de que tens coisas a pagar e não te podes esticar, é bom! Eu acho que ainda não comprei nada desde Abril para mim. Tem sido aniversários e alguns contratempos...mas agora a coisa começa a acalmar. Hope so :)

    ResponderExcluir
  2. é super normal..

    vais ver que vai chegar um ponto consegues encontrar o equilíbrio..

    kisseS***

    ResponderExcluir
  3. Eu desde que comecei a trabalhar no verão sinto é que quando vou para comprar alguma coisa com o meu próprio dinheiro penso mil e uma vezes. E mesmo agora que recebo mesada e tenho que a saber gerir, também me acontece isso. Ou é por saber que aquele dinheiro como já é meu custa mais a gastá-lo ou não sei. Mas por um lado até é bom ser assim...
    Eu os saldos é sempre uma desgraça. A melhor pessoa para ir aos saldos é com a minha mãe e encontra sempre aquelas oportunidades bombásticas. Eu quando vou sem ela acabo por trazer alguma coisa da nova colecção ou então venho de mãos a abanar :p Mas também preciso de um bikini novo :)

    Beijinho *

    ResponderExcluir
  4. Isso é mesmo conversa de quem trabalha há oouco tempo ;) eu tb já passei por isso e pensava como tu, mas agora com as prioridades a mudar e a vida a ser-me tão desgante, quando tenho de abrir os cordões à bolsa até me dá um aperto ;) eheh beijoca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo facto de comprar coisas para mim não quer dizer que não me custe gastar o dinheiro :) Porque custa. sempre fui muito poupada e agora sou-o ainda mais porque percebo que pra ter isto ou aquilo tenho que trabalhar x horas e sei o que isso me custa :) Só que de vez em quando sabe-me bem não pensar nessas coisas.

      Excluir
  5. Ando numa fase de maior contenção, mas concordo: se trabalho, se dou o litro, tenho direito a mimar-me.

    ResponderExcluir
  6. Quando ganhei a minha independência também comecei a comprar outras coisas sem ser por necessidade :)

    ResponderExcluir
  7. deste-me tema para um post meu... porque não tas bem a ver o auto-controlo para não fazer compras que eu tenho que ter aqui xD

    ResponderExcluir
  8. Aproveita agora os saldos, sim! Mas não te sintas mal se essas compras impulsivas forem só de vez em quando, também faz falta.

    ResponderExcluir