domingo, 18 de maio de 2014

Post com palavrões, que eu hoje estou sem filtro

Às vezes os meus pais tiram-me do sério. Têm esta capacidade de me deixar fora de mim, possuída, frustrada porque, por respeito, tenho que engolir algumas coisas sem poder dizer aquilo que me apetecia mesmo dizer, caso fossem outras pessoas. É fodida esta coisa de crescer e ver que os nossos pais são pessoas também, com erros e feitiozinhos de merda às vezes, e não os super heróis que vemos na infância. Hoje estou cansada deles, há dias em que só de os ver à frente me chateia. Tal como qualquer outra pessoa, há dias em que ver pessoas, no geral, chateia. Tudo enerva, qualquer coisinha irrita. Hoje são eles, na maioria dos dias é o meu irmão, enfim, passa a outro e não ao mesmo. Hoje puseram-me com um humor de cão. Vou pra cama fula da vida hoje, que merda de final de dia. Só tenho quem me enerve, quem me chateie, quem me moa a cabeça. 

5 comentários:

  1. AÍ ca nervos... sem tirar nem por... sinto me igual a ti... tou piursa.

    ResponderExcluir
  2. Possas :S
    amanhã estarás melhor, vais ver !
    Beijinho e força *

    ResponderExcluir
  3. Sim, há dias que o melhor era mesmo viver sozinha, ou que eles não estivessem... imagina então agora a minha situação, habituada a viver só com a minha irmã há dois anos e neste último, porque o meu pai já está na pré-reforma, resolve passar cá meia semana, quando não é mesmo toda!! nós já habituadas às nossas rotinas, que às vezes nem são bem rotinas (fazemos as refeições às horas que bem nos apetece ou mesmo quando nos apetece,...) e tê-lo cá já não pode ser assim. Para não falar que já nem me lembro do D. vir cá passar uns serões como antigamente.. tudo mudou e eu estou deserta para ter a minha independência financeira e ter o meu espaço.
    Tem calma, amanhã é outro dia ... mas compreendo-te perfeitamente!! Beijinho

    ResponderExcluir
  4. Espero que já estejas melhor ;)

    ResponderExcluir
  5. Eu percebo que te sintas assim. Afinal de contas, são também as pessoas em quem mais confias (e eles em ti), por isso é normal que haja excessos e que descarregues neles, por serem injustos. Os pais nem sempre têm noção do que dizem ou fazem.. Como se o facto de serem pais os desculpasse de tudo.

    ResponderExcluir