sexta-feira, 30 de maio de 2014

Eu tento sempre ser positiva e estar feliz com aquilo que tenho, que a bem da verdade a minha vida está como sempre quis que estivesse. Mas depois há dias, como ontem, em que uma pessoa se cansa de ver sempre as coisas com o filtro cor-de-rosa e começa a desesperar, a achar que não vai ser capaz, a querer deitar tudo ao ar e não ter preocupações. Há dias em que só apetece aquele abraço apertado, aquela curva do pescoço tão nossa para pousar a cabeça e não pensar em mais nada. Felizmente, estas coisas só me acontecem em duas situações no ano: as fases de exames, no primeiro e depois no segundo semestre. Fico depressiva, chata, melosa, só quero acabar com o sofrimento de não ter tempo, de ter a vida em jogo, um stress que dá dó. Tem-me sempre corrido tudo bem, dentro dos possíveis, mas a sensação de medo de falhar é sempre a mesma. E stresso, sinto-me em baixo, sinto-me sem tempo e sem vida. E para a semana já começa isso tudo outra vez e não sei como vou ter forças para fazer isto pela última vez. Foram sete semestres desta agonia, o último aí à porta, e nem por isso a coisa  melhorou. Definitivamente, não vou ter saudades desta parte de ser estudante.

4 comentários:

  1. Também me sentia assim nas épocas de exames.

    ResponderExcluir
  2. sim desse stress todo nao vais ter mas é uma boa preparação para o stress que vais ter no trabalho...

    ResponderExcluir
  3. Depois disso, vem a calmaria :)
    Relax querida !

    ResponderExcluir
  4. Como tu mesma o disseste, foi sempre correndo pelo melhor. E é o último semestre disto! :D

    ResponderExcluir